Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Santos mede forças com Botafogo no aguardo de Lisca e tentando subir no Brasileirão

Equipes alvinegras vivem má fase na temporada e não querem se aproximar da zona de rebaixamento

Toni Assis, especial para o Estadão

20 de julho de 2022 | 05h00

Em clássico marcado pela tensão, Santos e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, com a necessidade de vitória para evitar a proximidade com a zona de degola do Campeonato Brasileiro. Em meio à preparação para a partida, os dirigentes santistas definiram o novo técnico que substitui Fabián Bustos. Lisca se desligou do Sport e está acertado com o clube. O treinador tem encontro marcado na Vila Belmiro para assinar o contrato. Alheio a esse movimento, o interino Marcelo Fernandes dirige a equipe diante dos cariocas pensando em melhorar o aproveitamento do seu ataque.

Ocupando a parte intermediária da classificação, Santos contabiliza 22 pontos, um a mais que o adversário desta noite. Ainda sob a pressão da eliminação na fase de oitavas da Copa do Brasil (os santistas caíram para o Corinthians enquanto os cariocas foram eliminados pelo América-MG) as duas equipes vêm de derrota na última rodada do Nacional.

Diante do clima de tensão, o técnico Marcelo Fernandes trabalha para recuperar o ânimo do elenco. No grupo, o fator casa precisa ser aproveitado para que o time volte a vencer e também a pontuar na classificação.

O volante Rodrigo Fernández foi liberado pelo departamento médico e tem boas chances de iniciar a partida. Caso fique no banco de reservas, Camacho deve atuar no setor ao lado de Vinícius Zanocelo. Carlos Sánchez é outra dúvida que Marcelo Fernandes ainda não definiu. Ângelo é opção para a sua posição no meio-campo.

"Jogando em casa temos que ser mais efetivos. Temos bons jogadores e precisamos trabalhar mais. Sei que essa molecada está querendo muito", afirmou interino santista.

No Botafogo, que também vive um clima de tensão, ainda mais pela derrota em casa para o Atlético-MG, o treinador Luís Castro aposta em um esquema com mais posse de bola para cadenciar o ritmo da partida e evitar uma pressão santista.

Lucas Fernandes, que teve uma boa atuação diante dos mineiros vai ter a missão de criar jogadas para Gustavo Sauer e Vinícius Lopes. Erison, que foi substituído no Engenhão por conta de dores no tornozelo, está confirmado para o duelo.

O treinador português conta com a força de seu centroavante para puxar os contra-ataques em velocidade e, assim, tentar surpreender a defesa santista. O jovem Matheus Nascimento deve seguir como opção para o ataque no decorrer da partida.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS x BOTAFOGO

SANTOS - João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan;  Rodrigo Fernández (Camacho), Vinícius Zanocelo e Carlos Sánchez (Ângelo); Léo Baptistão, Lucas Braga e Marcos Leonardo. Técnico: Marcelo Fernandes (interino).

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Kanu e Hugo (Marçal); Tchê Tchê, Patrick de Paula (Luís Oyama), Lucas Fernandes; Gustavo Sauer (Lucas Piazon), Erison e Vinícius Lopes (Jeffinho). Técnico: Luís Castro.

ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).

HORÁRIO - 21h30.

LOCAL - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.