Santos mira vice-liderança para evitar relaxamento

A volta de Kleber e Maldonado são os grandes trunfos da equipe contra o Figueirense, em Florianópolis

Sanches Filho, Especial para o Estadão

15 de outubro de 2007 | 19h11

Contra o Figueirense, em Florianópolis, o Santos voltará a jogar completo, com as voltas de Kleber e Maldonado, que ainda estão nas seleções brasileira e chilena, mas voltam à equipe no final da semana. Depois de dois dias de folga, o Santos volta a treinar nesta terça-feira com um objetivo concreto: evitar o relaxamento dos jogadores diante da série de quatro jogos contra adversários ameaçados pelo rebaixamento e teoricamente mais fracos: Figueirense, Goiás, Náutico e Atlético-MG. O próprio técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu que, com o empate por 1 a 1 com o Palmeiras, sábado à noite, na Vila Belmiro, o time fechou com sucesso a seqüência de seis jogos mais difíceis do segundo turno do Campeonato Brasileiro, obtendo três vitórias e um empate e sofrendo duas derrotas. Pelas contas do técnico, para o Santos obter a vaga para a Copa Libertadores 2008 bastará vencer os três jogos que ainda disputará na Vila Belmiro, contra Goiás, Atlético-MG e Fluminense, na última rodada. Mesmo assim, Luxemburgo exige que a equipe jogue sempre pela vitória para conseguir pontos nas partidas fora de casa.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.