Santos muda o time mas mantém o estilo

O Santos terá muitas caras novas para a estréia no Campeonato Paulista, contra o Oeste, em Itápolis, na próxima quarta-feira. Mas o estilo de jogo da equipe será o mesmo apresentado no ano passado. Pelo menos é o que prometem jogadores e comissão técnica."Nosso time manterá a mesma filosofia e o mesmo estilo, que é o de sempre lutar pelas vitórias", garantiu o técnico Emerson Leão. "Sem os jogadores que estão na seleção (Alex, Paulo Almeida, Elano, Diego e Robinho) é claro que é um pouco inferior ao time do ano passado, mas com a volta deles, será uma equipe superior."As caras novas para a estréia no Paulistão serão o lateral Paulo César, o volante Claiton, o meia Preto e os atacantes Basílio e Robson. "O único problema mesmo é a falta de entrosamento desses jogadores que chegaram", afirmou Renato. "Mas faremos uma boa partida, no mesmo estilo do time do ano passado."Uma das novidades será o lateral-direito Paulo César, que chegou do Paris Saint-Germain para acabar com um problema crônico da equipe. "É um jogador que nos dá ótima opção pela direita. Cruza muito bem", elogiou Leão.Nesta quarta-feira, a equipe realizou um treinamento coletivo. Como o elenco está reduzido, o time reserva teve de contar com cinco chineses que estão em excursão ao Brasil para aprender um pouco de futebol."Vimos no treino que os novos contratados estão com muita vontade. A toda hora chegavam no gol, mas o adversário não era muito forte", disse Leão. Doni esteve entre os titulares, mas o técnico revelou que está fazendo um revezamento entre os goleiros - os outros são Júlio Sérgio e Mauro.Leão também comentou sobre a polêmica envolvendo Ricado Gomes, técnico da seleção Sub-23. "Eu não poderia ter falado com vocês antes de falar com ele (Ricardo Gomes). Liguei lá e ele me confirmou tudo o que tinha acontecido. Conversamos e ele me disse que não me chamou de aproveitador, mas sim de leviano. Acontece que cada um tem o seu estilo. E precisamos conservar esse estilo. Mas eu ainda acho que o Alex deveria mudar de posição. Eu falei com o Alex e disse que se ele estivesse se sentindo bem onde está, que tudo bem", contou o treinador.Leão admitiu que ainda aguarda a chegada de um reforço para o ataque. E adiantou qual é a bola da vez. "Agora temos também o Christian. Vamos tentando. Se não der certo, a gente começa a lista de novo", explicou o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.