Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Santos não desiste de sonhar com vaga na Libertadores

Time recebe o Inter na Vila Belmiro e pensa em vencer mais uma vez para se aproximar do G-4

Sanchez Filho, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2013 | 07h30

SANTOS - Apesar da campanha inconstante neste Brasileirão, o Santos insiste: o time quer vencer o Internacional hoje, às 19h30, na Vila Belmiro, para tentar uma vaga na Copa Libertadores de 2014. Se vencer hoje, o time passa a somar 42 pontos e deixa para trás o adversário, que tem 40. Após a vitória contra a Ponte Preta, sábado, Claudinei Oliveira refez os cálculos e concluiu que é cedo para jogar a toalha. Nas conversas com os jogadores, o treinador mostra que até o sexto lugar poderá dar a vaga, desde que o Atlético-MG (campeão da Libertadores) e Atlético-PR, caso vença a Copa do Brasil, estejam no bloco de cima da tabela.Montillo é ainda mais otimista. Ele acredita que como ainda vai cruzar com o Atlético-PR na penúltima rodada, na Vila, o Santos pode fechar o Campeonato Brasileiro no G-4.

"A gente sabe dessa possibilidade (G-6), mas não podemos ficar torcendo para isso. Tomara que no final, no último jogo contra o Goiás, estejamos no G-4. É feio ter de depender, torcer para outro time. Não gosto. Matematicamente temos chance, muita chance porque vamos jogar contra concorrentes diretos e sabemos que podemos virar isso se botarmos na cabeça", disse o jogador. Montillo voltou de contusão no sábado, diante da Ponte, deu a assistência para o primeiro gol, anotado por Éverton Costa, marcou o segundo da vitória por 2 a 1, e mudou a cara do time, mesmo admitindo ter voltado com medo de agravar a lesão e abaixo do condicionamento físico ideal.

"Felizmente deu tudo certo para mim e para os meus companheiros. O primeiro tempo não foi tão bom, mas o importante foi a vitória em casa. Depois, como falei no sábado, me sinto uma peça importante no time, mas todos têm de ser importantes no time", afirmou o meia argentino. "No Brasileiro, com tantos jogos, contusões e cartões, todos têm de ser importantes para que a peça que sai não faça falta." Em relação ao jogo diante da Ponte Preta, o time terá apenas uma mudança. Bruno Peres entra na lateral direita em razão da suspensão de Cicinho, que foi expulso no sábado.

MUDANÇA

No Inter, o técnico Clemer terá a volta do volante Jorge Henrique e do meia Alex. Com isso, o treinador deverá dar mais liberdade para o argentino D’Alessandro. Leandro Damião jogará isolado no ataque.

SANTOS X INTERNACIONAL

SANTOS - Aranha; Bruno Peres, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Émerson  Palmieri; Alison, Arouca, Cícero e Montillo; Éverton Costa e Thiago Ribeiro. Técnico: Claudinei Oliveira

INTERNACIONAL - Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber; João Afonso, Willians; D’Alessandro e Alex; Jorge Henrique e Leandro Damião. Técnico: Clemer.

Juiz: André Luiz F. Castro (GO)

Local: Vila Belmiro, em Santos

Horário: 19h30

Na TV: Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.