Santos não desistiu de Júlio César

Júlio César pode mesmo ser o goleiro do Santos na Libertadores da América e as negociações estão sendo desenvolvidas em sigilo, já que a transação é complicada. O atleta foi negociado com a Internazionale de Milão, que só poderá inscrevê-lo no futebol europeu no segundo semestre, surgindo aí a oportunidade que os santistas esperam desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo. Embora a maior probalidade seja o empréstimo do goleiro a outro clube europeu para que ele se adapte mais àquele estilo de futebol antes de estrear na Internazionale, há expectativa na Vila Belmiro de que o Santos possa ganhar essa corrida e os entendimentos estão sendo desenvolvidos nesse sentido. O diretor de futebol, Francisco Lopes, porém, é cético. "É muito difícil que ele seja emprestado a um clube brasileiro e o jogador já disse que, se ficar no Brasil, prefere continuar no Flamengo". Para o dirigente santista, o que está ocorrendo é muita especulação provocada pelos empresários. "O Tápia foi embora e o contrato do Júlio Sérgio termina dia 31. Então, ficam levantando nomes para o Santos, falando um monte de coisas irreais", disse, ironizando: "daqui a pouco vão falar no Gilmar, no Laércio, no Cejas...". Além de Júlio César, comenta-se na Vila Belmiro o interesse por Sérgio e por André, do Internacional. RENOVAÇÃO - Amanhã vence o prazo para o Santos acertar a permanência do lateral-direito Paulo César na Vila Belmiro por mais um ano. Dirigentes e o procurador do atleta, Hamilton Bernard continuam discutindo as bases e o jogador pediu aumento de 30% para jogar com a camisa do Santos em 2005. Os santistas fizeram uma contraproposta e os dois lados ainda não chegaram a um acordo, que deve ocorrer logo porque Luxemburgo quer continuar contando com o atleta. Francisco Lopes comentou que o contrato de Léo está praticamente renovado, faltando apenas a assinatura. Já André Luís foi para Bagé assim que terminou o campeonato. "Nem sabemos se ele pretende continuar no Santos", comentou Francisco Lopes, que sabe das negociações do jogador com o futebol europeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.