Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Santos não pára de subir e é único invicto do returno

Boa campanha da equipe no segundo turno faz o técnico Márcio Fernandes falar até em Libertadores

Sanches Filho - Especial para O Estado de S.Paulo,

15 de setembro de 2008 | 18h50

O Santos está revertendo marcas negativas do primeiro turno e é o único invicto do returno, terceiro colocado, com 12 pontos, a apenas um do líder Goiás (13) e ao lado do Palmeiras, que leva a vantagem de uma vitória a mais.Veja também: Fábio Costa e Robinho só voltam ao Santos em outubro Melhora no passe é o segredo do Santos, diz técnico Empolgado, Márcio Fernandes elogia grupo do Santos Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Resultados / Calendário Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoSe na primeira etapa da competição o time da Vila foi a quinta pior defesa, agora é a terceira melhor, com quatro gols contra, abaixo do Sport (2) e Goiás (3).A campanha enche de orgulho o técnico Márcio Fernandes, que já não se contenta com vaga para a Copa Sul-Americana. Após a vitória por 2 a 1 contra o Fluminense, na Vila Belmiro, pela primeira vez ele falou em brigar pela Libertadores."Está longe e parece impossível, mas quando eu assumi a Sul-Americana também parecia e, no entanto, falta só um ponto para entramos para o grupo que se classifica", justificou o treinador. Nem bem acabou o jogo do domingo, ele começou a se preocupar com o próximo adversário, o Goiás, sábado, às 18h20, no Serra Dourada, em Goiânia.Depois de mostrar força de recuperação com três vitórias e um empate na Vila Belmiro, e empates em Ipatinga e no Morumbi, o desafio agora é vencer fora de casa."Por coincidência, o Goiás foi um dos times que eu mais acompanhei quando era auxiliar de Cuca. E sempre achei que é uma equipe forte, tanto que ganhou do Grêmio dentro do Olímpico (em Porto Alegre). Tem um grande treinador e bons jogadores", desconversou. "As coisas estão caminhando conforme o nosso pensamento. A partir de agora, empatar fora não é mau resultado, mas vamos jogar para vencer porque precisamos somar o maior número de pontos possíveis."BOAS NOTÍCIASEsta segunda foi um dia de boas notícias para o técnico. Michael está em fase final do tratamento da inflamação no ligamento colateral do joelho esquerdo, faz um ultra-som nesta terça, volta aos treinos quarta à tarde e deve ser uma das novidades do time no jogo de sábado.Fabiano Eller, que jogou com uma pequena lesão no músculo adutor da coxa direita, também faz ultra-som nesta terça e será poupado dos treinos, mas não é problema para enfrentar o Goiás. Outra mudança será na defesa, com a entrada de Adailton ou Fabão no lugar de Domingos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.Já Fábio Costa vai demorar um pouco mais. O goleiro fez exame de ultra-som dinâmico (em movimento) nesta segunda e foi constatado que a lesão de segundo grau na coxa esquerda está cicatrizada. Depois de dois meses de tratamento, ele inicia nesta terça treinamentos básicos."Fábio está liberado para exercícios aeróbios - bicicleta e caminhada em volta dos campos, sem forçar - e na semana que vem poderá treinar com bola. Se tudo correr dentro da normalidade, em outubro Fábio Costa deve estar pronto para voltar a jogar", disse o médico Carlos Braga.Robinho, meia que o Santos contratou do Mogi Mirim e que foi bem na estréia contra o Fluminense, no primeiro turno, é outro que está deixando o departamento médico. Ele teve agravada uma lesão por receber uma carga inadequada de preparação física e ter sido escalado sem as condições ideais contra o Botafogo.Agora, o tratamento prescrito por Braga foi seguido e o problema está quase superado. "A situação dele no momento é quase igual a do Fábio Costa. Está sendo liberado para treinos leves, vai aumentando a intensidade e dentro de 15 dias deve estar em condições para ser escalado", afirmou o médico santista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.