Santos não terá mais vida fácil

Depois de ter enfrentado a Ponte Preta, no sábado passado, o Santos terá agora uma série de jogos fora de casa. Vanderlei Luxemburgo perdeu dois importantes aliados para as próximas partidas: o apoio de sua torcida e o fator campo. Graças a um torcedor mais empolgado que atirou um copo de água no técnico Hélio dos Anjos, do Vitória, no dia 26 de setembro, o time da Baixada perdeu o mando de duas partidas - Fluminense e Goiás. Resultado: nas sete rodadas seguintes, a equipe santista terá que jogar fora da Vila Belmiro. "É a hora de vencermos fora de casa. Ganhando fora, damos um bom passo em busca do título", diz o atacante Deivid. "Vamos ter de entrar muito concentrados. A torcida não pode mais nos prejudicar, atirando coisas no campo."Somente na antepenúltima rodada o Santos voltará a jogar em seu estádio, contra o Grêmio. E, depois de enfrentar os gaúchos, receberá o Vasco, na última rodada. A diretoria ainda estuda a possibilidade de entrar com recurso no STJD, para tentar aliviar a punição (além da perda dos dois mandos, o clube foi multado em R$ 75 mil). Porém, pesa contra o Santos o fato de, no clássico contra o São Paulo, ainda no primeiro turno, a torcida ter lançado um rojão no gramado, atingindo o lateral-direito Gabriel. "Esse tipo de coisa só prejudica a gente e ajuda o Atlético-PR", reclama o atacante Deivid.No entanto, mesmo com as próximas sete partidas sendo disputadas fora de Santos, o centroavante da equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo está otimista. "Nós temos um time em condições de ganhar fora de casa. Basta ter um pouco de tranqüilidade. A nossa idéia é vencer os jogos fora de casa. Assim, com certeza conquistaremos o campeonato", afirma Deivid, que não está frustrado por não poder jogar na Vila Belmiro.Nem mesmo o técnico Vanderlei Luxemburgo demonstrou insatisfação quando soube da punição imposta pelo STJD. Segundo o técnico santista, para um time que quer ser campeão, esses obstáculos têm de ser superados. "Minha meta é conquistar o título brasileiro. E nós vamos passar por cima de tudo para conseguir esse objetivo. Claro que ficou um pouco mais difícil de jogar, porque ficaremos longe de casa. Mas se a gente começar a pensar que não vai conseguir superar isso, aí sim ficaremos longe do título", diz Vanderlei Luxemburgo.Para ele, apenas com a união de todos no clube o Santos poderá superar essa punição. "Precisamos de todos juntos, que todos dêem as mãos. Somente com o Santos fortalecido vamos passar por cima disso", comentou o treinador santista, depois de saber da punição, na semana passada. "E a torcida tem de nos ajudar sem dar prejuízo."

Agencia Estado,

17 de outubro de 2004 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.