Santos nega atraso de pagamento

O presidente Marcelo Teixeira desmentiu a existência de qualquer tipo de crise no Santos, em razão de problemas no pagamento de salários dos jogadores e da comissão técnica, conforme boatos surgidos ontem à noite na cidade. De acordo com o dirigente, são infundadas e absurdas as informações de que o técnico Celso Roth teria discutido com o diretor-executivo de Futebol, João Paulo Medina, por causa de atraso salarial. "Não houve reunião e nem cobrança alguma, pois caso tivesse ocorrido, seria um desrespeito à hierarquia do clube", afirmou, após garantir que não existe atraso de pagamentos no clube, que está com todos os salários em dia. Segundo Teixeira, o clube mantém todos os seus compromissos em dia e só não vem pagando os atletas que estão questionando valores na Justiça. Logo após a partida de domingo, quando o Santos derrotou a equipe do São Caetano por 2 a 1, na Vila Belmiro, o técnico Celso Roth também negou o encontro com Medina e qualquer discussão a esse respeito. O diretor-executivo, entretanto, não foi localizado em Santos, desde domingo, para comentar o assunto. Ele teria se ausentado da cidade, e nem teria comparecido à Vila Belmiro, já que foi buscar a filha que retornava de uma viagem à Europa. Fumagalli - O diretor do Departamento Jurídico, Mário Mello, também não foi encontrado para falar da tentativa do Santos de cassar a liminar obtida pela meia Fernando Fumagalli, que garantiria sua transferência do Guarani para o Corinthians. Mas, por intermédio da assessoria de imprensa, o clube manifestou seu propósito de buscar a cassação da liminar, por entender que o atleta ainda mantém vínculo com o Santos. Depois de um dia inteiro de folga, sem qualquer atividade física ou recreativa, o time do técnico Celso Roth reapresenta-se amanhã no Centro de Treinamento Rei Pelé, a fim preparar-se para o próximo compromisso da equipe, marcado para domingo, na Vila Belmiro, diante do Flamengo, pelo Torneio Rio-São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.