Santos nega proposta por Robinho

A notícia correu rapidamente: o PSV apresentou proposta de 20 milhões de euros para levar Robinho no início do ano e poderia envolver também a transferência para o Santos do meia Leandro Bonfim, que está no clube holandês. O atacante comentou que havia ficando sabendo "por alto que a proposta chegou", mas se apressou a dizer: "meu objetivo é continuar aqui e ser campeão brasileiro pelo Santos". E deixou, pela primeira vez, aberta a possibilidade de sair: "depois do campeonato, se houver uma proposta boa para o clube e para mim, vocês (jornalistas) vão saber". A diretoria do clube desmentiu que tenha recebido a proposta do PSV e o presidente Marcelo Teixeira não conteve a irritação quando soube da notícia, preocupado com o fato de ela poder atrapalhar o desempenho do jogador nessa etapa decisiva do Brasileiro. O procurador do atleta, Wagner Ribeiro, atribuiu a informação a "especulação". Mas Robinho está mesmo na mira dos holandeses. O clássico contra o Corinthians da semana passada foi assistido pelo presidente do PSV, Rob Westerhof, e pelo técnico do clube, Guus Hiddink e o motivo principal foi ver de perto o futebol do atacante. No momento, as inscrições estão fechadas na Europa, mas as negociações estão saindo com bastante antecedência, como no casos de Alex, contratado pelo PSV meses antes de sua apresentação na Europa. Robinho se manteve firme em sua intenção de permanecer na Vila Belmiro. "Com já disse, não tenho pressa em sair para a Europa porque jogo num time grande e me sinto bom aqui. Se tiver que sair, espero que seja para um time grande como o Santos é hoje no Brasil para que possa disputar títulos lá fora". O experiente Ricardinho entende que, "pela qualidade que tem, pela idade e pelo espaço que o Robinho está ocupando na profissão, a tendência é que a cada dia surjam propostas e especulações". Recomenda muito cuidado. "Enquanto não tiver algo oficial, é preciso cuidado com essas notícias porque é uma situação de vida". Jogo - O técnico Vanderlei Luxemburgo define sexta-feira o time que enfrentará a Ponte Preta sábado, na Vila Belmiro. Ele não vai poder contar com o zagueiro Ávalos, suspenso, e pode manter o jovem Leonardo formando a dupla de zaga com André Luís. É que a outra alternativa é Domingos, que está na seleção sub-20 e retornará sexta à Santos. Leonardo atuou nas duas últimas partidas e não sabe ainda se permanecerá na equipe titular no jogo contra a Ponte Preta. "Tudo depende do professor. Ele é que sabe o que é melhor". Nos dois últimos jogos, o Santos não sofreu gols e o zagueiro entende que "isso foi fruto do esforço de todo grupo, pois todos somos responsáveis por esse bom desempenho". Como o volante Zé Elias está recuperado de sua contusão, poderá retornar ao time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.