Santos oferece aumento para Léo ficar

O Santos vai oferecer um aumento salarial para o lateral-esquerdo Léo desistir da transferência para o Benfica, de Portugal. A decisão partiu do presidente Marcelo Teixeira, que retorna nesta terça-feira do exterior. Assim que chegar, ele pretende ter uma conversa com o jogador e espera convencê-lo a permanecer na Vila Belmiro.Se Léo ficar, será o único jogador do time campeão brasileiro de 2002 a permanecer no Santos, já que Robinho garante que não veste mais a camisa do clube. Mas, se recusar a proposta santista, ele terá que pagar a multa de R$ 500 mil para ser liberado, conforme cláusula do seu contrato.Depois de negociar durante uma semana com o Bordeaux, o vice-presidente Norberto Moreira da Silva está retornando a Santos sem ter acertado a situação de Deivid, cujo empréstimo terminou no dia 30 de junho. A informação no clube é que o dirigente viajou para a França com duas propostas pelo atacante: US$ 4 milhões pela transferência em definitivo para a Vila Belmiro e US$ 2 milhões por 50% dos direitos federativos.O Bordeaux, que teria uma proposta maior do Deportivo La Coruña, da Espanha, estaria pedindo 6 milhões de euros para liberar Deivid e exige que o Santos responda ainda nesta semana, o que pode tornar impossível a conclusão das negociações. Enquanto isso, o time voltou nesta segunda-feira de Goiânia, onde, no domingo à tarde, ganhou por 4 a 3 do Goiás. No desembarque, o técnico Alexandre Gallo disse que vai cobrar mais seriedade dos jogadores na marcação, alegando que houve falha nos dois gols do adversário, e pedir para que a diretoria intensifique as negociações para a contratação de reforços. O goleiro Roger, reserva de Rogério Ceni no São Paulo, o lateral-esquerdo Kléber, ex-Corinthians, e o atacante Denílson, do Bétis (Espanha), fazem parte de uma relação dos jogadores que estão sendo tentados pela diretoria do Santos. Também fala-se na contratação de um meia para ser o substituto de Ricardinho, que pode ir para o Real Madrid, e de um centroavante."Estou esperando Deivid e ainda precisamos melhorar o elenco porque estamos perdendo não só qualidade, mas quantidade também", avisou Gallo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.