Cristina Quicler/AFP
Cristina Quicler/AFP

Santos pede que Fifa suspenda Neymar por seis meses

Clube alegra quebra de contrato na ida ao Barcelona; jogador rebate

O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2015 | 21h52

O Santos pede que a Fifa suspenda o atacante Neymar por seis meses na ação cível e desportiva aberta pelo clube no início do ano. O clube alega quebra de contrato na transferência para o Barcelona, mas o jogador rebate a acusação e entende que o clube concordou com a sua saída. O Santos cobra um valor aproximado de 55 milhões de euros. Não existe um prazo definido para a decisão da Fifa.

O Santos acusa Neymar de infringir o artigo 62 do Código Disciplinar da Fifa, que trata de corrupção. O documento fala em "má fé" de Neymar e cita também violações ao Regulamento de Status e Transferência de Jogadores da Fifa, relacionado à quebra de contrato. O artigo prevê compensações financeiras para o clube prejudicado e punição para o jogador.

A informação sobre o pedido de suspensão foi publicada pelo site Globoesporte.com e confirmada pelo Estado na noite desta quarta-feira. O presidente Modesto Roma Junior, que afirmou não estar "demandando contra o ídolo", mas "em prol do clube" no mês de maio, não quis comentar a ação. 

Para Neymar, uma carta do ex-presidente Luis Alvaro de Oliveira Filho autoriza a negociação com o Barcelona em 2011. Além disso, afirma que a diretoria recebeu € 17 milhões por sua saída.

Neymar da Silva Santos, pai de Neymar, e a sua empresa, também foram processados pelo Santos, mas acabaram excluídos da peça judicial. A Fifa considerou não ter jurisdição para continuar com o procedimento, e o processo ficou restrito a Neymar e ao Barcelona.  

Nesta semana, a Justiça espanhola tenta ouvir os ex­presidentes do Luis Álvaro de Oliveira e Odílio Rodrigues sobre a polêmica venda de Neymar para o Barcelona. O juiz José de la Mata, da Audiência Nacional da Espanha, já enviou duas cartas rogatórias ao Brasil solicitando cooperação para que os ex­dirigentes sejam interrogados, de acordo com informações da agência de notícias Efe.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantos FCNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.