Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Santos pega Atlético-PR para confirmar reabilitação no Brasileiro

Ainda com Elano como interino, equipe alvinegra terá missão difícil em Curitiba

O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2017 | 07h00

Ainda sem Lucas Lima e com Elano no comando da equipe no banco de reservas - Levir Culpi será apresentado na segunda-feira -, o Santos joga para confirmar a sua recuperação no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-PR, neste domingo, às 19 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela sexta rodada.

A vitória na rodada anterior do Brasileirão, sobre o Botafogo, por 1 a 0, na quarta-feira passada, no Pacaembu, proporcionou alívio a uma equipe pressionada por três derrotas em quatro partidas na competição nacional (contra Fluminense, Cruzeiro e Corinthians, as duas últimas em sequência). A má fase gerou uma crise que culminou na demissão do técnico Dorival Júnior, no domingo passado.

A saída do antigo comandante parece ter acalmado os ânimos na Vila Belmiro. Nomes afastados do clube reapareceram, caso de Marcelo Fernandes, que reassumiu um posto na comissão técnica do clube. Alguns jogadores pouco aproveitados por Dorival foram aproveitados por Elano. O exemplo mais emblemático é o do meia Emiliano Vecchio.

O argentino, que ficou quase nove meses sem jogar após desentendimento com Dorival, retornou contra o time botafoguense, sendo escalado por Elano para substituir Lucas Lima, desafio que deverá enfrentar novamente no embate contra o Atlético-PR. Uma "missão impossível", na visão do argentino. "Lucas é um jogador hoje insubstituível. Não tem ninguém com as características dele. É impossível", frisou o meia.

Entretanto, o sacrifício de fazer o papel desempenhado por alguém de tamanha habilidade terminará na quarta-feira da semana que vem. Lucas Lima já está recuperado clinicamente do estiramento na coxa direita. Porém, o departamento médico do clube decidiu vetá-lo para o jogo deste fim de semana para que o atleta faça um trabalho de prevenção, com o objetivo de evitar novas lesões na mesma região muscular.

Em sua "despedida" pois Levir Culpi assumirá o Santos na próxima segunda-feira, Elano não poderá contar também com o atacante Ricardo Oliveira e o lateral-esquerdo Zeca. Ambos já foram desfalques contra o Botafogo. O primeiro por dores no tornozelo direito e o segundo com uma lesão na panturrilha. A vaga deixada por Ricardo Oliveira deverá ser preenchida por Kayke. Já a lateral esquerda ainda não tem substituto definido. Jonathan Copete e Jean Mota são os postulantes após a decepcionante atuação de Matheus Ribeiro contra o Botafogo.

A situação do Atlético-PR no início do Brasileirão é dramática. Ainda assim, embora admita que um triunfo seja fundamental contra o Santos neste domingo, a equipe quer reagir com equilíbrio e organização. Foi, ao menos, o que garantiu o técnico Eduardo Baptista, preocupado não apenas em vencer neste domingo, mas em obter uma boa sequência.

"É um jogo que temos de ganhar. Mas não é ganhar de qualquer jeito. Temos de estar organizados, buscando o gol e seguros defensivamente. Necessitamos desta vitória, mas precisamos fazer as coisas certas e equilibradas para que possamos conquistar o resultado, com o mínimo de risco possível."

Para concretizar o seu objetivo, o treinador terá os importantes retornos do zagueiro Thiago Heleno, poupado do empate com o Fluminense, e do volante Matheus Rossetto, que estava desgastado e entrou apenas no segundo tempo do duelo. Já o atacante Grafite, também fora do último jogo, está recuperado e disputa a posição de titular com Eduardo da Silva. Com apenas dois pontos no Brasileirão, o Atlético Paranaense precisa vencer neste domingo para deixar as últimas posições.

ATLÉTICO-PR X SANTOS

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto e Lucho González; Nikão, Pablo e Grafite (Eduardo da Silva). Técnico: Eduardo Baptista.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Copete (Jean Mota); Renato, Thiago Maia e Emiliano Vecchio; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Kayke. Técnico: Elano (interino).

ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

LOCAL: Arena da Baixada, em Curitiba

HORÁRIO: 19h

TRANSMISSÃO: SporTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.