Santos pega o Marília no Parque Antártica

O Santos decidiu marcar o jogo contra o Marília, dia 21, sábado de carnaval, para o Parque Antártica. A diretoria justificou dizendo que essa é uma antiga reivindicação dos torcedores da Capital. A medida não deixa de ser uma punição à torcida da cidade, que não tem comparecido às partidas marcadas para a Vila Belmiro. Domingo no ABC o presidente Marcelo Teixeira teve a prova final de poderá haver um público maior jogando em outro estádio. "Nossa partida contra o Santo André teve o recorde de público da rodada, com mais de dez mil torcedores, e decidimos mandar esse jogo contra o Marília na Capital, considerando também a fase do time, o retorno do público e a oportunidade que a tabela abriu", disse o presidente Marcelo Teixeira. E o técnico Leão, o que achou da decisão? "Eu gostaria de jogar sempre na Vila Belmiro, que é a minha casa e disso não abro mão", disse ele, fazendo uma ressalva: "tem hora que é preciso ter o bom senso: teremos três jogos seguidos aqui e a média de público é baixa principalmente em jogos noturnos, que tem menos gente". O treinador observou que no clássico contra o Palmeiras a torcida santista era a maior do Morumbi e concordou com a mudança do jogo. "Sábado à tarde, quando todo mundo estiver na praia, vamos fazer o jogo em São Paulo". Nem mesmo o fato de muitos torcedores descerem a serra para passar o feriado carnavalesco em Santos mudou a opinião do treinador. "Eles descem para ir à praia, não para o jogo". Leão fez questão de ressaltar que essa é uma exceção. "Somos da cidade de Santos e nossa rotina é aqui", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.