Heuler Andrey/AE
Heuler Andrey/AE

Santos perde a terceira partida seguida no Campeonato Brasileiro

Equipe santista não se reencontra após a disputa da Copa do Mundo e volta do Paraná com uma derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR; é o segundo jogo seguido sem marcar gol

ANDRÉ RIGUE, estadão.com.br

21 de julho de 2010 | 23h45

O Santos continua irreconhecível. Na Arena da Baixada, a equipe de Dorival Júnior sofreu a terceira derrota seguida ao levar 2 a 0 do Atlético-PR, pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe santista estacionou nos 12 pontos e ficou mais distante do G-4, grupo que classifica quatro times à Copa Libertadores de 2011.

 

Veja também:

BRASILEIRÃO - lista Tabela / tabela Classificação

 

É verdade que o Santos atuou sem o meia Paulo Henrique Ganso e o zagueiro Durval, mas Neymar e Robinho estiveram em campo nesta quarta. O técnico Dorival Júnior deixou o atacante André de fora da partida e colocou Zezinho entre os titulares. O desempenho do time, no entanto, foi abaixo do esperado - foi a segunda partida seguida sem marcar gol, algo raro na temporada.

 

O clima no Santos não está legal. A harmonia da conquista do título do Paulistão ficou para trás. André foi vendido para o futebol da Ucrânia, mas permanecerá na equipe até o segundo jogo da final da Copa do Brasil diante do Vitória. Neymar recebeu proposta do Chelsea e não está satisfeito. E Robinho e Wesley brigaram no último domingo.

 

Uma crise que o Dorival Júnior terá de administrar para a final da Copa do Brasil. No próximo domingo, o alvinegro santista pega o São Paulo na Vila pelo Brasileirão - o time tricolor também está em crise. Depois, o Santos fará no dia 28, próxima quarta, a primeira partida da final da Copa do Brasil diante do Vitória, também na Vila Belmiro.

 

 Atlético-PR2
Neto; Leandro, Rhodolfo  e Bruno Costa; W. Diniz , Vitor, Deivid , Paulo Baier (Branquinho) e Paulinho; Alex Mineiro  (T. Santos) e Bruno Mineiro (Mithyue)
Técnico: Paulo C. Carpegiani
 SANTOS0
Rafael; Maranhão (Danilo), Edu Dracena, Bruno Aguiar e Pará; Arouca , Wesley e Robinho; Neymar, Zezinho (Breitner) e Marcel (André)
Técnico: Dorival Júnior
Gols: Bruno Costa, aos 2 minutos do primeiro tempo; Bruno Mineiro, aos 2 minutos do segundo tempo

Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)

Estádio: Arena da Baixada (em Curitiba)

Na partida desta quarta-feira no Paraná, o Santos entrou desatento e levou o primeiro gol logo aos 2 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de escanteio de Paulo Baier, a defesa santista mostrou um grave erro de posicionamento. Alex Mineiro desviou no primeiro pau e Bruno Costa completou para o fundo das redes.

 

Esforçado, Neymar tentou alguns chutes de fora da área, mas sucumbiu por não ter muita ajuda de Robinho, que teve uma atuação abaixo da média. Dorival Júnior ainda tentou duas mudanças na volta para o segundo tempo, com as entradas de Breitner e Danilo. Porém, a equipe continuou desatenta e não foi capaz de conseguir o empate.

 

Para piorar a situação, o Santos viu o Atlético-PR chegar ao segundo logo aos 2 minutos do segundo tempo. Em cobrança de falta de Paulo Baier, o goleiro Rafael não saiu bem e deu rebote. O atacante Bruno Mineiro pegou a sobra, limpou a defesa e completou para o fundo das redes. Festa atleticana na rodada desta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.