Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC

Santos perde nos pênaltis a final da Copa Libertadores feminina

Atlético Huila, da Colômbia, se sagra campeão do torneio disputado na Arena Amazônia

Estadão Conteúdo

03 Dezembro 2018 | 09h02

As jogadoras do Santos lutaram bastante na noite deste domingo, mas deixaram escapar o título da Copa Libertadores feminina. Na Arena Amazônia, em Manaus, as "sereias da Vila" saíram na frente do Atlético Huila, mas cederam o empate por 1 a 1 e foram batidas nas cobranças de pênaltis.

A equipe colombiana levou a melhor pelo placar de 5 a 3. Nas finalizações decisivas, a meio-campista Angelina parou na goleira Solera na cobrança que acabou definindo o jogo e o título. As santistas buscavam o tricampeonato da Libertadores, após levantarem o troféu em 2009 e 2010. Foi o primeiro título do Atlético Huila.

Favorita, a equipe santista começou bem a final deste domingo e parecia encaminhar a vitória com tranquilidade ao abrir o placar logo no primeiro minuto de jogo. Brena acertou forte chute de fora da área e inaugurou o marcador.

O gol precoce do Santos obrigou as colombianas a saíram para o jogo, em busca do empate. Mas as visitantes se saíram bem na defesa, sem dar maiores brechas e impediram novos gols da equipe brasileira.

Para piorar para o Santos, o Atlético anotou o gol de empate logo no começo do segundo tempo. Gavy Santos encobriu a goleira Nicole e decretou a igualdade no placar, o que exigiu as penalidades. As colombianas converteram todas as suas cinco cobranças e o Santos desperdiçou uma delas, definindo o título.

Com a derrota, o time feminino do Santos já começa a pensar no Campeonato Paulista do próximo ano, em busca da defesa do título conquistado em 2018.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.