Santos perde para a Portuguesa na estréia do Paulistão

Com gols do veterano Christian e de seu substituto, Marcelo, a Lusa bate os santistas por 2 a 0, no Morumbi

Rafael Argemon, estadao.com.br

16 de janeiro de 2008 | 23h52

Sem contratações de peso e com a saída de diversos jogadores, o Santos - atual bicampeão paulista - começa mal a temporada de 2008. O time comandado pelo técnico Emerson Leão foi derrotado, nesta quarta-feira, por 2 a 0 para a Portuguesa. Desde 1998 os santistas não perdiam em uma estréia de Paulistão. Veja também: Classificação Calendário / Próximos jogos Juventus e Noroeste abrem Paulistão com empate por 1 a 1 Ponte Preta goleia em sua estréia no Campeonato Paulista Apostando tudo em sua dupla de ataque que reúne o jovem e talentoso Diogo, e o veterano artilheiro Christian, a Portuguesa começou melhor a partida. Mesmo com o Santos entrando em campo com uma formação mais ofensiva, devido a falta do volante Rodrigo Souto, vetado momentos antes da partida devido uma lesão, a Lusa começou mais objetiva.  E logo aos 12 minutos de jogo brilhou a estrela de goleador de Christian. Escanteio da direita, o atacante subiu mais do que Betão e acertou uma forte cabeçada que morreu no fundo das redes da meta de Fábio Costa. Após o gol, o jogo ficou mais pegado. A portuguesa acabou recuando demais e os três atacantes santistas (Wesley, Renatinho e Kleber Pereira) passaram a se movimentar mais e a criar chances perigosas. Porém, quando o jogo parecia pender em favor do Santos, aos 29 minutos, Kléber - o grande articulador das jogadas santistas - dá um drible em Christian, mas sente uma fisgada no músculo adutor da coxa direita e sai de campo de maca. O Lateral-esquerdo tentou até voltar para a partida, mas sentiu a contusão e acabou sendo substituído por Carlinhos. Mesmo sem Kléber, o Santos continuou pressionando. Aos 38, Tabata dá um ótimo passe para o jovem atacante Wesley que, cara a cara com o gol, chuta por cima da meta de André Luís e perde uma chance preciosa pra o time da Vila Belmiro.  Na segunda etapa a Portuguesa voltou explorando mais os contra-ataques. E a estratégia se mostrou acertada logo aos três minutos, quando Diogo escapou pela direita e tocou rasteiro para Christian, que ficou de frente para Fábio Costa, mas vacilou e foi desarmado por Evaldo, desperdiçando uma excelente chance de ampliar o placar para a Lusa.Portuguesa2André Luís    ; Patrício    , Bruno Rodrigo e Marco Aurélio; Osmar, Erick, Dias        , Carlos Alberto     (Júlio Santos) e Preto    ; Diogo (Ramón) e Christian (Marcelo)Técnico: Vagner BenazziSantos0Fábio Costa; Filipi, Betão, Evaldo e Kléber (Carlinhos); Marcinho Guerreiro    , Adriano e Rodrigo Tabata (Vítor Júnior); Wesley    , Renatinho (Moraes) e Kléber Pereira Técnico: Emerson LeãoGols: Christian, ao 12 minutos do primeiro tempo; Marcelo, aos 38 minutos do segundo tempoÁrbitro: Rodrigo BraghettoRenda: R$ 189.270,00Público: 11.904 pagantesEstádio: Morumbi Ao Santos só restava ir para cima da Portuguesa, mas os santistas foram parados pela forte marcação no meio-campo português, que abusava das faltas. Aos 28 minutos, preocupação na Lusa, cansado, Christian de lugar a Marcelo, e um minuto depois, Diogo sentiu as muitas faltas sofridas por seus marcadores e foi substituído por Ramón. Ou seja, Vagner Benazzi ganhou uma bela dor de cabeça pois teve de abrir mão de sua dupla de ataque, que vinha fazendo uma excelente partida. Mas as mudanças acabaram não prejudicando a Portuguesa, pois Marcelo, substituto de Christian, ampliou o placar aos 38 minutos em uma jogada similar ao primeiro gol. Escanteio da esquerda, Patrício cabeceou no travessão, mas a bola sobrou para o atacante, que, sozinho, apenas empurrou com a cabeça a bola para dentro da meta santista.  O segundo gol abateu o Santos e garantiu a vitória da Lusa em sua estréia na temporada 2008, um prêmio para sua torcida, que em 2007 viu seu clube voltar à elite dos campeonatos Paulista e Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCPortuguesaPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.