Santos perdoa Fábio Costa por crítica

O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, garantiu nesta quarta-feira que não pretende punir o goleiro Fábio Costa, que fez sérias críticas a um companheiro do elenco, o zagueiro André Luís. Na avaliação do goleiro, André Luís é o responsável direto pela derrota para o Corinthians, domingo, quando o time da Vila Belmiro perdeu a chance de chegar à final do Campeonato Paulista.Em entrevista para uma emissora de televisão, Fábio Costa não escondeu sua revolta com André Luís, afirmando que a falta de profissionalismo do zagueiro fez com que ele sofresse um drible humilhante de Gil no lance que resultou no segundo gol do Corinthians. "Em segundos, ele pôs a perder um trabalho de seis meses", disparou o goleiro, que não poupou críticas ao companheiro. "É preciso se cuidar, buscar um aprimoramento técnico e não viver na noitada".Para Marcelo Teixeira, as afirmações do goleiro não passaram de um desabafo justificável por causa do impacto provocado pela desclassificação do time. Fato que, segundo o dirigente, não abalou só Fábio Costa, mas toda a equipe. Indagado se não caberia uma punição ao zagueiro, tendo em vista as sérias acusações feitas pelo companheiro, o presidente do Santos também revelou não ter a intenção de punir o jogador, que viajou nesta quarta-feira para a Coréia.Amistoso - André Luís foi um dos 18 jogadores do Santos a embarcar nesta quarta-feira para a Coréia, onde a equipe irá jogar domingo, contra a equipe do Ilhwa Chunma, na cidade de Taegu.A diretoria do Santos planeja agendar novos amistosos, alguns no exterior, para o próximo mês. Enquanto isso, os seis jogadores pré-convocados pelo técnico Emerson Leão (Fábio Costa, Dodô, Deivid, Robert, Léo e Renato) para integrar a Seleção Brasileira continuam treinando no CT Rei Pelé. De folga, o restante do time reapresenta-se na próxima terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.