Santos pode acertar amanhã com Ricardinho

Os dirigentes do Santos vão acelerar a partir de amanhã as negociações para reforçar o time já dentro da filosofia de Luxemburgo. A principal meta é fechar a contratação de Ricardinho para a seqüência no Brasileiro, mas a falta de zagueiros também preocupa, já que Alex e Alcides, contratados por equipes européias, estão fora dos planos do clube. As negociações com o meia estavam bem evoluídas para sua inscrição na Libertadores, mas elas não foram concluídas dentro do prazo de registro e a diretoria acabou ganhando mais tempo, já que só poderá contar com o atleta para o campeonato nacional. Vanderlei Luxemburgo não fala em contratações, preferindo tratar esse assunto em sigilo com os dirigentes, mas antes mesmo de assumir o comando do time santista já havia interesse em Ricardinho. Como ele agrada também o novo treinador, as negociações podem voltar a evoluir nas próximas horas, desde que a pendência com o São Paulo - que exige mediante contrato R$ 2 milhões para liberar o atleta antes do fim do ano - seja solucionada. Ricardinho pretende que o valor seja coberto pelo Santos, que pode renegociá-lo com o time do Morumbi. Mas o Santos não está atrás só de Ricardinho. Já perdeu Alex para o PSV e seu substituto também foi negociado com o Benfica, embora tenha de ser submetido a uma cirurgia no joelho e deverá ficar afastado durante oito meses dos campos. A situação de outros atletas também terá de ser rediscutida no mês que vem, já que Renato, Léo, André Luís e outros podem deixar o clube. O primeiro interesse dos atletas é uma transferência para a Europa e, se permanecerem no Brasil, querem continuar no Santos. Só que o técnico agora é Vanderlei Luxemburgo, que pode ter outros planos para o time que se acostumou a jogar sob o comando de Leão nos dois últimos anos. Assim, o elenco poderá passar por uma reformulação para atender o novo treinador. Os nomes estão sendo mantidos em sigilo e só o de Luís Alberto, do Atlético-MG vem sendo comentado. Alex - Alex não jogará mais pelo Santos, pois só estará recuperado de sua contusão por volta de 20 de junho, dez dias antes do término de seu contrato. No começo de julho, ele se apresentará ao PSV para o início da pré-temporada, mas ainda mantinha esperança de voltar a vestir a camisa do Santos. "Gostaria de jogar novamente na Vila Belmiro e se depender de mim, vou me esforçar ao máximo para que isso aconteça". O zagueiro está com a perna direita imobilizada, já que sofreu lesão nos ligamentos do tornozelo no jogo contra o Cruzeiro. Ele faz fisioterapia duas vezes ao dia e o médico Carlos Braga acredita que só no final do mês Alex terá condições de iniciar os treinamentos físicos. "Depois da recuperação física completa, ele terá de iniciar os treinos com bola", completou Braga, que prevê um prazo de cerca de 40 dias para seu retorno. Os dirigentes do PSV ligaram para Alex para saber detalhes de sua contusão e o atleta informou que o problema não havia sido sério. "A pré-temporada começa entre 6 e 10 de julho e até lá estarei completamente recuperado e pronto para jogar", completou o zagueiro, aliviado por não ter se passar por uma cirurgia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.