Divulgação
Divulgação

Santos pode ter mais duas estreias em jogo contra o Mogi Mirim

Goleio Vanderlei e meia Marquinhos Gabriel têm chances de ir a campo pela primeira vez pelo clube em partida na próxima quarta

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

02 de fevereiro de 2015 | 08h29

O Santos deve ter mais duas estreias contra o Mogi Mirim, quarta-feira às 22 horas, no estádio Romildão, em Mogi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista: as do goleiro Vanderlei e do meio-campista Marquinhos Gabriel.

Vladimir não teve trabalho na vitória por 3 a 0 contra o Ituano e nem chegou a ser testado, mas deve ir para o banco porque o ex-goleiro do Coritiba foi contratado para ser o novo dono da camisa 1 e só não jogou domingo porque a sua situação não estava regularizada. E a previsão é de que para quarta-feira Vanderlei já tenha condições de jogo. 

Marquinhos Gabriel deve entrar no lugar de Renato, que saiu de campo no domingo se queixando de desgaste físico. Se Marquinhos não for registrado a tempo, o segundo volante contra o Mogi pode ser Elano. Diante do Ituano os estreantes foram Chiquinho, Elano e Ricardo Oliveira.

"Além de ter sido o primeiro jogo, o gramado alto, que não é o normal da Vila Belmiro, e ainda por cima encharcado por causa da chuva fez com a gente sentisse mais o esforço. O descanso até o jogo de quarta-feira é primordial, mas não der para alguns jogarem, outros entram e dão conta do recado porque o Santos tem um bom grupo", disse Renato.

Para Enderson Moreira, neste início de campeonato o mais importante é levar em consideração a recuperação dos atletas entre um jogo e outro antes de escalar a equipe. "Não tenho só um time titular. Temos um grupo e à medida que precisarmos, vamos segurar um ou outro jogador. Em início de temporada é perigoso (expor o jogador mais desgastado). Agora é preciso todo o cuidado para mantermos o nível sem perder atletas (por lesão)" disse o técnico.

Dos reforços que chegaram após a saída dos titulares Aranha, Edu Dracena, Mena, Arouca e Leandro Damião, Valencia deve ser o último as entrar no time porque está abaixo do condicionamento físico dos demais jogadores. "Ele está fazendo um trabalho físico especial e vai demorar um pouco para jogar", afirmou Enderson.

Os jogadores se reapresentam no CT Rei Pelé nesta segunda-feira, às 17 horas, para fazer um trabalho regenerativo. Os que não jogaram ou entraram nos minutos finais contra o Ituano farão um treinamento técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.