Caio Storti/Agência O Dia/Estadão
Caio Storti/Agência O Dia/Estadão

Santos promete recorrer contra liberação de Damião

Atacante teve seu vínculo rescindido por falta de pagamento

Estadão Conteúdo

08 de junho de 2015 | 18h25

O Santos afirmou em seu site oficial que vai recorrer da decisão da Justiça do Trabalho sobre a rescisão de contrato do atacante Leandro Damião. Atualmente no Cruzeiro, o jogador conseguiu o rompimento do vínculo ao alegar o atraso salarial de quatro meses, situação que levou o clube da Vila Belmiro a agir com ironia em seu comunicado: "Ganhou mas não levou, por ora".

A diretoria promete fazer o possível para tentar reverter a decisão do juiz Pérsio Luiz Teixeira de Carvalho, da 4ª Vara do Trabalho de Santos. "o Santos FC utilizará todos os recursos cabíveis: embargos declaratórios, recurso ordinário, agravos, etc". Se necessário, o clube pretende até mesmo levar o caso até a última instância, para o Supremo Tribunal Federal.

O comunicado classifica a decisão como "êxito parcial" e explica que só depois de esgotar todos os recursos o jogador estará liberado para assinar contrato com outro clube. Damião foi contrato pelo Santos por R$ 42 milhões e chegou ao time no começo do ano passado, mas não conseguiu boas atuações.

A decisão favorável ao atacante foi publicada na última quarta-feira. O juiz condena o Santos a pagar os salários de setembro a dezembro do ano passado, mais o 13º, além das luvas no valor de R$ 500 mil.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCLeandro Damião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.