Santos prorroga as férias do elenco

O Santos viveu hoje mais um dia de indefinição. A diretoria teve uma reunião de duas horas, mas nenhuma negociação avançou. Nem mesmo a renovação do contrato do técnico Geninho foi acertada, fazendo com que surgissem novas especulações sobre o interesse dos santistas em contratar um treinador de maior prestígio. Outro assunto que continuou pendente foi o caso Rincón. Era para ter acontecido uma reunião entre seu procurador, Roberto Cesar, e o gerente de futebol Luiz Henrique de Menezes, mas isso também não aconteceu. Por conta dessa indefinição, as férias dos jogadores foram prorrogadas: eles se apresentariam dia 4, mas ganharam folga até o dia 11 de junho.Os dirigentes do Santos fizeram uma proposta para Rincón antes de seu embarque para a Colômbia, onde está servindo a seleção de seu país, mas o jogador não respondeu. O presidente Marcelo Teixeira revelou que pretende ficar com o atleta, desde que o clube tenha condições de bancar os seus altos salários. Como dificilmente isso acontecerá, os santistas procuram um meia experiente para substituí-lo. O nome mais cotado é o de Silas, revelado pelo São Paulo e que disputou o Paulista pelo Rio Branco de Americana.Um jogador que poderá deixar a Vila Belmiro é o zagueiro André Luís, que foi muito criticado pelo goleiro Fábio Costa depois da desclassificação no Paulista. Como o goleiro está na seleção e não se encontrou mais com o companheiro, que participou da excursão à Coréia do Sul e está em férias, não se sabe como será o reencontro. A diretoria teme que não haja mais ambiente para a permanência de um dos dois jogadores e, nesse caso, o mais provável é que André Luís seja o negociado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.