Santos quer anular jogo contra o Botafogo

A diretoria do Santos se aproveitou da suspeita lançada sobre o árbitro paranaense Heber Roberto Lopes - citado pelo apostador e empresário Nagib Fayad como sendo um dos juízes que manipulavam resultados - e resolveu agir. Pretende encaminhar representação ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo a anulação da partida contra o Botafogo, realizada no dia 14 de agosto, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Heber foi acusado por Fayad de ter fabricado o resultado da partida entre Botafogo e Juventude vencida pelo time carioca por 3 a 2. ?Se o STJD anulou os 11 jogos apitados por Edílson (Pereira de Carvalho) porque estavam contaminados, nada mais justo que faça o mesmo agora?, justificou o diretor jurídico do Santos, Mário Mello.O Santos reclama muito do resultado da partida contra o Botafogo, realizada na Ilha do Governador. Para os santistas, o árbitro não marcou um pênalti claro contra o Botafogo (de Emerson sobre Diego). Deu um pênalti duvidoso a favor do time carioca; expulsou o autor da suposta falta (do lateral Flávio) e mandou repetir a cobrança duas vezes. Com o pênalti convertido, o jogo terminou empatado por 3 a 3. ?O Flávio foi a julgamento pela expulsão naquele jogo e acabou absolvido, numa prova de que a marcação do pênalti foi um erro?, argumenta o advogado santista. ?Não é que estejamos a favor de anulação de jogos (o Santos ameaça ir à Fifa contra a anulação do jogo contra o Corinthians), mas se o Tribunal usou a suspeita como critério, queremos que ele seja adotado também nesta vez?, argumentou Mello. O advogado diz que o Santos prepara uma espécie de dossiê, onde relaciona todos os erros de arbitragem do qual o clube tem sido vítima. ?Temos um levantamento desde 2.000 e reunimos provas que o time foi prejudicado em mais de 10 partidas?, disse.Heber Roberto Lopes negou de forma categórica qualquer envolvimento no esquema de fraude nos resultados de jogos e disse que vai processar Fayad.

Agencia Estado,

20 de outubro de 2005 | 13h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.