Santos quer fazer dois amistosos

Depois de três dias de folga, os jogadores do Santos retomam mesta terça-feira à tarde os treinamentos para a partida contra o El Nacional dia 12, em Quito, válida pela Libertadores da América. O clube ainda procura acertar dois amistosos para intercalar com os jogos da competição sul-americana, mas até esta segunda-feira não havia conseguido sucesso. Fora do Paulista, Leão tem concentrado todos seus esforços na Libertadores, que pode levar o time a disputar o Mundial no Japão. Por conta desta perspectiva, o clube não pretende negociar no momento seus principais jogadores, especialmente Robinho e Diego, os mais assediados por clubes estrangeiros. Os dois mantêm um discurso idêntico sobre a possível transferência para um time do exterior: querem permanecer na Vila Belmiro para ganhar mais experiência, mais fama e chegar à seleção brasileira. "Quando chegar o momento certo e eu estiver maduro, poderei sair se surgir um negócio que interesse primeiro ao clube e depois a mim", disse Diego. Ele se revela satisfeito com sua atual fase e acha que pode crescer mais ainda com o Santos. "Nosso objetivo agora é conquistar a Libertadores para depois pensar em vôos mais altos", completa. Essa também é a meta de Robinho. "Precisamos continuar a fazer o trabalho sério pois pretendemos vencer a Libertadores e chegar à seleção."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.