Santos quer responder à violência boliviana com gols

Se os jogadores do Santos cumprirem a promessa, o Blooming corre o risco de sofrer uma goleada histórica nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, no jogo de volta do duelo que vale uma vaga no Grupo 8 da Libertadores. Como venceram por 1 a 0 no jogo de ida, em Santa Cruz da La Sierra, os santistas se classificam com um empate, mas não querem perder a oportunidade de responder com gols à violência que sofreram na semana passada."Nosso sentimento não é de vingança, mas vamos dar o troco. Não batendo ou apelando para violência, mas impondo o nosso futebol e fazendo gols", afirmou o zagueiro Adailton, que estava no Rennes, da França, e se habituou à forte marcação nos gramados europeus. "Nunca tinha visto um jogo com tantos lances desleais sem que o juiz tomasse uma providência", acrescentou.Adailton não é exceção. Na volta do time, após o jogo na Bolívia, a maioria dos jogadores se queixou das más condições do gramado e da conivência do juiz com a violência do adversário. A ponto de o técnico Vanderlei Luxemburgo, preocupado com a revolta de seus atletas, pedir para o time não revidar se o Blooming voltar a bater."A única coisa que temos que fazer é jogar bola e não revidar se houver violência", orientou o técnico, que pediu o comparecimento da torcida para apoiar a equipe. "Este é, até aqui, o nosso jogo mais importante do ano, porque se não passarmos, de nada terá adiantado o que fizemos em 2006", discursou Luxemburgo.A única mudança confirmada no time é a volta de Pedro, autor do gol da vitória na Bolívia, à lateral, depois de cumprir suspensão no Campeonato Paulista. "Como perdeu em casa, o Blooming vai partir com tudo para cima da gente", disse o ex-palmeirense. Luxemburgo disse que só vai escalar o time momentos antes do jogo, o que mantém a dúvida quanto à formação do ataque. O mais provável é que o técnico opte pela dupla Pedrinho e Rodrigo Tiuí, com Marcos Aurélio no banco. Ficha técnica:Santos x BloomingSantos - Fábio Costa; Pedro, Antônio Carlos, Adaílton e Kleber; Maldonado, Rodrigo Souto, Cléber Santana e Zé Roberto; Pedrinho e Rodrigo Tiuí (Marcos Aurélio). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.Blooming - Salazar; Ortiz, Jaúregui, De Carlos e German Méndez; Alexandre, Angulo, Suárez e Vaca; Limberg Méndez e Dimas da Silva. Técnico: Alvaro Peña.Árbitro - Sergio Pezzotta (ARG). Horário - 21h45. Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.