José Patrício/AE - 3/5/2010
José Patrício/AE - 3/5/2010

Santos reabre negociação do plano de carreira de Ganso

Presidente Luis Alvaro acredita em sucesso na nova negociação; primeira oferta foi de elevar o salário para R$ 275 mil mensais em troca de 30% dos direitos de imagem

AE, Agência Estado

27 de outubro de 2010 | 19h10

O Santos anunciou nesta quarta-feira que as negociações do plano de carreira do meia Paulo Henrique Ganso estão reabertas. Num primeiro momento, o jogador recusou a proposta do clube, o que provocou uma certa apreensão entre os torcedores santistas, temendo uma saída precoce do astro.

 

Veja também:

linkZé Eduardo vê jogo chave para o Santos no sábado

linkAdílson é o favorito para assumir o Santos

 

Mas o presidente do Santos, Luís Alvaro de Oliveira Ribeiro, se reuniu nesta quarta-feira com os representantes do jogador para retomar as negociações. Segundo comunicado divulgado pelo clube, os novos termos do acordo serão discutidos pelas duas partes nas "próximas semanas".

Feita nos mesmos moldes do que foi acertado com o atacante Neymar, a proposta inicial do Santos para Ganso elevaria seu salário para cerca de R$ 275 mil mensais, incluindo ganhos de publicidade. Mas o clube queria ficar com 30% dos direitos de imagem do jogador, o que ele não aceitou.

Apesar desse impasse sobre o plano de carreira, Ganso tem contrato com o Santos até 2015, com multa no valor de 50 milhões de euros, e já avisou que não pretende sair do clube tão cedo. Atualmente, ele se recupera de cirurgia no joelho esquerdo e só voltará a jogar no ano que vem.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCPaulo Henrique Ganso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.