JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Santos reage a carta de Arouca e critica atitude do volante

Clube da Vila Belmiro publicou neste sábado um comunicado em seu site oficial rebatendo as afirmações do jogador

Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2015 | 15h57

Arouca publicou, na sexta-feira, uma carta de despedida do Santos. Entre outras coisas, disse levar boas recordações e exaltou o acordo que fez com a diretoria para que fosse liberado para acertar com o Palmeiras. O clube da Vila Belmiro, porém, não gostou nada da atitude do jogador e publicou um comunicado neste sábado, no seu site oficial, jogando a torcida contra ele.

"Desde que o entrave se iniciou, procurei a diretoria em busca de uma solução, pois creio que problemas dessa natureza [atrasos de salário] podem (e deveriam) ser resolvidos na base da conversa. E foi por acreditar nisso que, há pouco mais de um mês, afirmei por meio de uma nota oficial que não moveria ação judicial e só sairia do time caso surgisse alguma proposta boa para ambos os lados", escreveu Arouca, na sexta.

O Santos agora rebate: "No dia da reapresentação do elenco profissional, Arouca teve a oportunidade de expor seus problemas a (sic) atual diretoria, mas mesmo ouvindo a promessa de que em três meses tudo estaria rigorosamente em dia, tomou atitude de ingressar na Justiça contra o clube".

" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

O clube atrasou mais de três meses de salários para Arouca, que ingressou com liminar na Justiça. Antes que o pedido fosse julgado, entretanto, ele, o Santos e o Palmeiras fizeram um acordo. O clube alviverde vai honrar a dívida santista e o contrato dele com o time alvinegro foi encerrado. Assim, o Santos se livrou do risco de ser condenado a cumprir integralmente o contrato do jogador, mesmo com ele jogando por um rival.

Neste sábado, o Santos demonstrou que não ficou satisfeito com o acordo. "A atual diretoria pediu três meses para honrar os compromissos. Com receitas de TV e empréstimos bancários antecipou o pagamento de salários e férias de jogadores e funcionários e está com as obrigações em dia", garante o clube.

Na sexta, a diretoria informou que quitou os salários atrasados - o Santos, entretanto, ainda deve três meses de direitos de imagem, que compõem a maior parte dos vencimentos dos jogadores. "No período pedido no início do mandato a diretoria colocará os direitos de imagem em dia, não deixando de pagar os vencimentos que tem pela frente. 

Para a diretoria do Santos, Arouca não demonstrou "o carinho e profissionalismo citados" ao ingressar na Justiça contra o clube pelos atrasos salariais. No texto que publicou sexta no Facebook, o volante exaltou sempre ter se dedicado 110% em campo e lembrou os seis títulos que ganhou em exatos cinco anos na Vila Belmiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCAroucaPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.