Santos reage e diz que joga na Vila

A diretoria do Santos não aceita jogar a segunda partida da semifinal do Torneio Rio/SP, contra o Botafogo, na próxima quarta-feira, fora da Vila Belmiro. Os dirigentes santistas garantem que o estádio tem capacidade para 25 mil torcedores e, desta forma, atende as exigências da organização do torneio. O Botafogo questiona a capacidade do estádio e pretende pedir a mudança do jogo para o Morumbi, em São Paulo. Para a diretoria do clube paulista, o Santos só será obrigado a abrir mão do direito de jogar na Vila caso consiga vaga na final. De acordo com o regulamento do Rio/SP a final deverá ser disputada em um estádio com capacidade mínima para 50 mil torcedores. A partida de ida - realizada na última quarta-feira, no Maracanã - terminou empatada em 2 a 2. Em caso de um novo empate, a decisão será nos pênaltis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.