Mauricio de Souza/AE
Mauricio de Souza/AE

Santos sai na frente, mas só empata em casa com o Goiás

Time da Vila Belmiro lidera o placar com folga duas vezes, mas cede o 3 a 3 nos minutos finais

Tercio David, estadao.com.br

17 de maio de 2009 | 17h58

Bom no ataque, mas frágil na defesa. Este foi o Santos, que não conseguiu segurar a vitória neste domingo, embora tenha folgado no placar em duas oportunidades, e acabou apenas empatando por 3 a 3 com o Goiás, em plena Vila Belmiro. O grande nome da tarde foi Iarley, autor de um e mentor dos outros dois gols do time goiano.

Veja também:

linkEmpate com Goiás na Vila Belmiro deixa o clima ruim no Santos

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

tabela Brasileirão Série A - Classificação e Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

O resultado manteve o Santos invicto no Brasileirão, mas deixou o time mais longe do líder Inter, com seis pontos. O Goiás, também com dois empates, soma dois pontos, assim como a equipe santista.

Na próxima rodada, o Santos encara o Fluminense, no domingo, no Maracanã. Na véspera, o Goiás recebe o Internacional, no Serra Dourada.

GOLS DE CARA

Depois de arrancar um empate só nos últimos minutos na estreia diante do Grêmio, no Olímpico, o Santos tratou de ir logo marcando dois.

O primeiro, aos oito minutos, Luizinho recebeu no bico da área e bateu cruzado para Kleber Pereira, em posição duvidosa, só desviar para o gol vazio. Primeiro gol do atacante neste campeonato.

O segundo gol saiu quatro minutos mais tarde, e deixou claro que a zaga do Goiás não estava em uma boa tarde. Neymar bateu escanteio da direita e encontrou Rodrigo Souto livrinho para cabecear e fazer o seu primeiro gol no Brasileirão.

Mas para mostrar que não seria tão fácil assim, o Goiás, também na base da jogada de bola parada, diminuiu ainda no primeiro tempo. Após escanteio cobrado por Julio Cesar pela direita, Toloi desviou de cabeça na primeira trave e Iarley ficou livre para desviar de coxa antes da chegada de Fábio Costa.

 Santos3
Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller      e Pará; Roberto Brum (Germano), Rodrigo Souto     , Madson e Paulo Henrique; Neymar (Maikon Leite     ) e Kléber Pereira (André)
Técnico: Vágner Mancini
 Goiás3
Harlei, Leandro Euzébio, Gomes e Toloi     ; Fábio Bahia (Felipe Menezes), Amaral     , Ramalho, Julio César e Zé Carlos (Everton); Iarley e Felipe (Jael)
Técnico: Hélio dos Anjos
Gols: Kléber Pereira, aos 8, e Rodrigo Souto, aos 12, e Iarley, aos 39 minutos do primeiro tempo. Rodrigo Souto, a 1, Ramalho, aos 16, e Toloi, aos 40 minutos do segundo tempo.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG) Renda e Público: não disponíveis

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

O susto no final do primeiro tempo acordou o Santos, que voltou a marca logo no começo da segunda etapa. Ainda no primeiro minuto, Neymar bateu falta esquerda e jogou na cabeça de Rodrigo Souto, que fez o seu segundo no jogo.

Apático, principalmente na defesa, o Goiás só conseguiu assustar o Santos quando a bola chegou nos pés de Iarley. Foi ele quem fez o último passe, após boa troca de bolas no ataque, que resultou no gol de Ramalho, em um belo chute da entrada da área, aos 16.

Mas se tudo ia bem para o Santos no ataque, o mesmo não se repetia na defesa, principalmente no que tocava Iarley. Foi praticamente impossível parar o meia-atacante, que aprontou mais uma aos 40.

Foi dele o cruzamento da direita, que encontrou Jael, que cabeceou à queima-roupa da pequena área. Fabio Costa ainda conseguiu pegar a primeira, mas Rafael Toloi apareceu livre para empurrar para o gol vazio e frustrar a torcida local que já comemorava a primeira vitória no Brasileirão.

RECLAMAÇÃO

Se alguém teve do que reclamar no jogo, foi o Goiás. Além da posição duvidosa de Kleber Pereira no primeiro gol santista, os esmeraldinos também ficaram pedindo pênalti, com razão, nos instantes finais, quando Jael foi derrubado por Fabão na área.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.