Santos se despede com empate em Marília

O Santos terminou hoje de forma melancólica sua participação no Campeonato Paulista com um empate sonolento por 1 a 1 diante do Marília. Jogando apenas com reservas e atletas do time B, o técnico Gallo voltou a confirmar a postura adotada desde a partida contra o União São João, quando o time da Vila Belmiro ainda podia conquistar o Paulista, abandonando completamente a disputa para se dedicar somente à Taça Libertadores. Com a vitória do Corinthians sobre a Portuguesa Santista, 3 a 0 em Ulrico Mursa, o time da capital empatou com o Santos nos 37 pontos e levou o vice no número de vitórias. Apesar da equipe fraca, o Santos mostrou muita disposição e saiu logo na frente, aos 7 minutos, com gol de Geílson, em falha do zagueiro Beto. Mas a equipe da casa, ameaçada pelo rebaixamento, não se abateu e fez seu gol 4 minutos depois. O mesmo Beto, que havia falhado no gol, aproveitou lançamento de Jorginho e marcou de cabeça, empatando a partida. Depois dos gols, o que se viu foi um jogo muito truncado e sem emoção. O lance que poderia dar o vice para o Santos só ocorreu aos 41 do 2.º tempo, quando Renatinho chutou por cima com o gol vazio. O Santos volta a ter seus titulares, entre eles Robinho, para o jogo decisivo de quarta-feira contra o Danubio, no Uruguai, pela Libertadores. Todos os times do Grupo 2 estão com os mesmos 6 pontos, separados apenas pelo saldo de gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.