Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Santos se recupera e encosta na liderança

No dia que marcou a volta definitiva de quem sequer chegou a ir embora, deu Santos: 2 a 0 em cima do Paysandu, na Vila Belmiro. O dia (ou melhor, a noite) foi de Diego, camisa 10 da equipe santista que esteve bem perto de se transferir para o Tottenham da Inglaterra. O meia deu o passe para o primeiro gol e marcou, de pênalti, o segundo, depois de ele próprio ?cavar? a penalidade ? que, na verdade, ocorreu fora da área. Pouco antes do jogo, Diego declarou que já nem cogitava a hipótese de negociação. ?O que eu quero agora é pensar no Santos, só no Santos.? Em alguns lances da partida, no entanto, talvez pela afobação de querer presentear a torcida, pensou mais nele que no grupo. Abusou do individualismo várias vezes e, toda bola que pegava, chutava para o gol, mesmo de muito longe. Uma exceção ocorreu aos 23, quando encontrou, livre, Robinho, que chutou mal; Carlos Germano defendeu. Robinho continua devendo, mas teve bons momentos. Elano esteve apagado e a defesa deu espaço demais aos paraenses. Tanto que os visitantes só não marcaram por incompetência na finalização. Logo no início do jogo, por exemplo, Welber desperdiçou três ótimas chances de abriu o placar. No segundo tempo, ainda 0 a 0, o Paysandu estava melhor no segundo tempo, até brilhar a estrela de Diego. Aos 16, o meia cobrou escanteio da direita, na cabeça de Alex: 1 a 0. Os paraenses mal deram a saída, perderam a bola e o Santos foi rápido ao ataque. Diego recebeu, avançou e foi puxado ? fora da área, mas, ?malandro?, caiu dentro. O juiz foi na dele e marcou pênalti. O próprio Diego bateu forte e fez o segundo. Comemorou como nunca. O Santos foi a 51 pontos e continua em segundo no campeonato.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 23h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.