Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Santos segue na busca por recursos para poder se reforçar em 2015

Por conta de grave crise financeira, clube paulista está com salários atrasados e não consegue fundos para contratar novos jogadores

Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 21h05

Em grave crise financeira, o Santos negociou parte dos direitos econômicos de Gabriel, Geuvânio e Daniel Guedes com a Doyen Sports, fundo de investimentos que comprou o centroavante Leandro Damião do Internacional e o repassou ao clube por R$ 42 milhões, valor que precisará ser quitado pela diretoria - no fim de 2014, o jogador foi emprestado ao Cruzeiro.

Sem dinheiro em caixa, a preparação para a próxima temporada continua estagnada já que a diretoria não consegue fundos para contratar reforços. O clube está com salários atrasados de jogadores e funcionários e não consegue quitar as dívidas contraídas. Segundo o novo presidente, Modesto Roma Júnior, o Santos só procurará reforços quando estiver em dia com suas obrigações.

Os jogadores do Santos voltarão aos trabalhos no próximo dia 7. A ideia da comissão técnica é realizar exames médicos e treinos físicos mais puxados nos primeiros dias. Treinamento com bola, de acordo com Carlito Macêdo, apenas a partir do dia 11. Nenhum amistoso foi confirmado até agora.

A estreia do time na temporada de 2015 será no dia 1.º de fevereiro contra o Ituano, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Será a reedição da final deste ano, que foi vencida pelo clube do interior em pleno estádio do Pacaembu, em São Paulo. Na Copa do Brasil, que começará em março, o primeira adversário santista será o Londrina-PR.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.