REUTERS/Carla Carniel
REUTERS/Carla Carniel

Santos só empata com 2 a mais e é salvo por gol no Chile para avançar na Sul-Americana

Universidad Católica de Quito desconta no fim do jogo com o Unión La Calera e garante alvinegros nas oitavas de final

Bruno Accorsi, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2022 | 21h26

Mesmo com dois jogadores a mais durante boa parte do segundo tempo, o Santos preocupou seus torcedores na Vila Belmiro, nesta terça-feira, e ficou apenas no empate por 1 a 1 com o Banfield, mas conseguiu avançar às oitavas de final da Copa Sul-Americana. A classificação na última rodada da primeira fase só veio por causa de um gol marcado aos 43 minutos do segundo tempo no outro jogo do Grupo C.

Dona de 11 pontos dentro da chave, a equipe comandada por Fabián Bustos estava sendo eliminada no saldo de gols pelo Unión La Calera, que também somou 11 e vencia a Universidad Católica do Equador por 3 a 1, mas sofreu o segundo gol nos instantes finais. Com isso, o saldo ficou empatado por 2 a 2, e os santistas se classificaram por vantagem de 7 a 6 no número de gols marcados.

A classificação muito sofrida não agradou parte dos torcedores presentes nas arquibancadas da Vila, de onde vaias intensas foram ouvidas assim que o árbitro apitou o fim do jogo.

O Santos iniciou o primeiro tempo em ritmo lento. Com presença no campo de ataque, mas sem qualidade na conclusão de jogadas, levou alguns sustos na defesa, como em finalização de Quinteros defendida por João Paulo. Enquanto isso, no Chile, o Unión La Calera abria 2 a 0 sobre a Católica do Equador em 28 minutos de jogo, resultado que colocava pressão sobre os santistas.

O talento de Marcos Leonardo foi a saída para deixar o clima mais leve na Vila. A joia santista sofreu um pênalti após um belo domínio dentro da área, assumiu a responsabilidade da cobrança e converteu, aos 35 minutos.

A empolgação pós-gol quase levou o time da casa a ampliar o placar momentos depois, em um cabeceio para fora de Ricardo Goulart, mas o cenário positivo não durou muito. Isso porque Domingo arriscou de longe, aos 45, e acertou o ângulo de João Paulo. O jogo foi para o intervalo empatado. Como o Unión La Calera deixou a Católica diminuir, o resultado parcial classificava o time brasileiro.

Com a situação desfavorável tanto na Vila quanto no Chile, o Santos voltou frenético para o segundo tempo e perdeu boas oportunidades de voltar a ficar em vantagem. A perspectiva melhorou aos oito minutos, quando Dátolo recebeu o segundo amarelo e acabou expulso. Pouco tempo depois, Tanco repetiu o roteiro do companheiro e também foi punido com o vermelho. Assim, o Banfield ficou com nove jogadores em campo.

Antes da segunda expulsão, os santistas se irritaram muito com a arbitragem, já que o bandeira sinalizou pênalti em Rwan depois de um choque na área e o árbitro mandou seguir a jogada. Como a primeira fase da Sul-Americana não tem VAR, não houve possibilidade de revisão.

A vantagem até que foi bem aproveitada pelos donos da casa, mas a conclusão das jogadas continuava sendo um problema. *Uma bola colocada na trave por Bruno Oliveira e grandes defesas do goleiro Bologona, após chutes de Velázquez e Angulo, pavimentavam o caminho da eliminação santista, já que o La Calera vencia por 3 a 1 no Chile. No fim das contas, um gol marcado por Rivas Gonzales aos 43 do segundo tempo, para a Católica, mudou a história e garantiu a classificação*.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 1 BANFIELD

SANTOS - João Paulo; Madson (Lucas Barbosa), Velázquez, Eduardo Bauermann e Lucas Pires (Bruno Oliveira); Sandry (Gabriel Pirani), Vinícius Zanocelo e Ricardo Goulart (Jhohan Julio); Rwan (Bryan Angulo), Marcos Leonardo e Lucas Braga. Técnico: Fabián Bustos.

BANFIELD - Bologna; Coronel, Maciel, Tanco e Quinteros; Domingo, Galoppo (Matías Romero), Cuadra (Palacios), Urzi (Cabrera) e Dátolo; Juan Cruz (Gissi). Técnico: Claudio Vivas.

GOLS - Marcos Leonardo, aos 35, e Domingo, aos 45 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO -  Augusto Menendez (PER)

CARTÕES AMARELOS - Lucas Barbosa (Santos); Dátolo, Coronel e Tanco (Banfield)

CARTÕES VERMELHOS - Dátolo e Tanco (Banfield)

RENDA - R$ 303.052,50

PÚBLICO - 12.375

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.