Santos só empata e desperdiça chance

O Santos perdeu a oportunidade de encostar no Cruzeiro e no São Paulo na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Na Vila Belmiro, nesta quarta-feira, apenas empatou por 3 a 3 com o lanterna Goiás e ficou na terceira colocação com 38 pontos, cinco a menos que o líder Cruzeiro e três atrás do São Paulo, que joga nesta quinta.O Santos começou bem e poderia ter aberto o marcador aos 13 minutos, quando Júlio César puxou contra-ataque do campo de defesa e deixou Jerri na cara do goleiro Rodrigo Calaça. O meia tentou chutar no canto, mas acabou finalizando para fora.O gol só foi sair aos 27 minutos. Ricardo Oliveira cruzou da direita e a bola seria do zagueiro Gustavo, que patinou e a deixou para Jerri, que chutou com efeito no canto do goleiro.Dois minutos depois, Nenê escapou pela esquerda e ia saindo com a bola pela linha de fundo quando foi empurrado por Fabão. Pênalti que o árbitro Elvecio Zequetto apitou e que Ricardo Oliveira chutou na arquibancada da Vila Belmiro. Foi o segundo pênalti perdido pelo atacante em 10 dias, repetindo o erro cometido na derrota contra o Vitória, em Salvador.Ricardo Oliveira conseguiu uma boa jogada aos 36 minutos, quando recuperou da zaga goiana uma bola que já estava perdida e cruzou para a área. Nenê se antecipou ao zagueiro e ao goleiro e tocou de calcanhar para a rede: 2 a 0.O domínio do Santos continuou e o terceiro gol poderia ter saído aos 38. Jerri fez boa jogada e tocou para Nenê, que chutou de fora da área, para o goleiro Rodrigo Calaça espalmar.No final do primeiro tempo, o Santos foi castigado pelos gols que perdeu. Aos 41 minutos, o zagueiro Fabão chutou forte em uma falta de fora da área. O santista Léo pôs a perna no caminho, a bola desviou e tirou Júlio Sérgio da jogada.Aos 45, o Goiás empatou. Dimba chutou de fora da área, Júlio Sérgio espalmou e a bola sobrou para Araújo, que confirmou a sina de sempre marcar gols em jogos na Vila Belmiro.No segundo tempo, o Goiás se fechou e esperou o Santos, buscando os contra-ataques com Araújo e Dimba.Aos 14 minutos, o Santos fez o terceiro. Renato fez um lindo lançamento para Ricardo Oliveira, que chutou de primeira. Um golaço. Mas o Goiás mostrou que realmente está se recuperando no Brasileiro. Araújo e Dimba infernizavam a defesa santista. O gol de empate aconteceu aos 22 minutos, com Dimba cobrando falta no ângulo de Júlio Sérgio. Foi o 16º gol dele no Brasileiro, assumindo a artilharia isolada da competição.Nos minutos finais, Araújo mostrou outra vez seu talento. Fez quatro ótimas jogadas. Em uma delas, foi parado em um agarrão escandaloso de André Luís, que merecia a expulsão, mas levou apenas o amarelo. Aos 43, Nenê ainda acertou o travessão em uma cobrança de falta, mas o jogo ficou empatado.No final do jogo, o juiz se complicou. Deu cartão amarelo a Léo, que já havia sido advertido, e não expulsou o lateral.

Agencia Estado,

23 de julho de 2003 | 23h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.