Santos só pensa na Copa Libertadores

Já pensando no jogo de quarta-feira contra a Universidad de Chile, pela Libertadores, quando precisa vencer para ficar com a vaga na próxima fase, o técnico Gallo vai conversar neste sábado com o grupo de jogadores e com os médicos para saber quem está em completas condições de atuar neste domingo contra o Atlético-MG. ?Só jogará quem estiver 100%?, garantiu. O goleiro Henao, que sofreu contusão na mão direita, e o lateral-direito Paulo César, que levou uma pancada na perna, são os que mais preocupam. Alguns atletas que estão desgastados fisicamente podem ser poupados nessa partida. Mesmo poupando alguns jogadores, o técnico Gallo vai buscar a vitória para reabilitar o time que, depois de uma série invicta de onze jogos, perdeu os dois últimos - uma no Brasileiro (Flamengo) e outra na Libertadores (Universidad de Chile). Sua maior preocupação é com a grande quantidade de chances de gol desperdiçadas nas duas últimas partidas. ?O placar não mostrou o que foram realmente esses jogos. A equipe teve chances, não conseguiu marcar e perdeu duas vezes?, lamentou o treinador, em entrevista à Rádio Globo. Na tarde deste sábado, Gallo vai comandar um treino no CT Rei Pelé para definir o time que atuará contra o Atlético-MG. Vai procurar corrigir os erros de finalização e, principalmente, conversar com o grupo depois das duas derrotas consecutivas. Todos na Vila Belmiro sabem que a prioridade é a Libertadores, mas num campeonato de pontos corridos, ?todos os jogos têm de ser encarados como decisão?, como disse o capitão Ricardinho. O lateral-esquerdo Léo, convocado para a seleção que disputará a Copa das Confederações, se mostrava mais preocupado com o jogo da Libertadores. ?Vai ser o jogo de nossas vidas?, comentou o jogador, na certeza de que a derrota será revertida. ?Perdemos jogando bem e ninguém está de cabeça baixa. Estamos focados na conquista dessa vaga e vamos conseguí-la?. Seleção - O Santos vai mesmo pedir a liberação de Robinho e de Léo da seleção brasileira que disputará a Copa das Confederações no mesmo período das quartas e semifinais da Libertadores. Até mesmo a situação de Ricardinho - convocado para as eliminatórias da Copa do Mundo - preocupa os santistas. Segundo Luiz Henrique de Menezes, gerente de futebol, o capitão do time poderá desfalcar a equipe na primeira partida da próxima fase. ?Conseguindo a classificação, vamos jogar dia 1º de junho, quando o atleta já pode ter se apresentado à seleção?, disse Menezes. Por conta disso, o Santos vai entrar em contato com os dirigentes da CBF. ?Estamos nessa campanha da Libertadores e, além de estarmos representando o clube, é uma representação nacional e a conquista do título interessa ao País?, comentou o gerente. Ele acha viável a dispensa e aguardava nesta sexta a chegada dos dirigentes que acompanharam a equipe ao Chile para discutir a questão. ?O relacionamento com a CBF é muito bom e esperamos sensibilizar a entidade para o problema que iremos passar com essas convocações?. O técnico Gallo comentou que já contava com isso em seu planejamento.?Sabia que outros jogadores poderiam ser chamados e nem tem como fugir disso?. Para ele, ?temos de continuar trabalhando e é dessa maneira que vamos tocar as competições?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.