Reprodução Twitter Santos FC
Reprodução Twitter Santos FC

Santos supera Vitória no Barradão e ganha a segunda seguida no Brasileirão

Uruguaio Sánchez fez o gol do triunfo logo aos oito minutos do primeiro tempo

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 23h30

O Santos contou com uma dose de sorte e a inoperância do adversário para conquistar o segundo triunfo consecutivo no Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, pela 28ª rodada, o time superou o Vitória por 1 a 0, no Barradão, com um gol logo no começo do uruguaio Carlos Sánchez, ajudado por um desvio na defesa adversária.

O resultado levou o Santos aos 39 pontos, na sétima colocação, a seis da zona de classificação à próxima edição da Copa Libertadores, objetivo da equipe nesse momento. Já o Vitória continua na zona de rebaixamento, em 17º lugar, após sofrer a quarta derrota consecutiva, com 29 pontos.

O Santos voltará a jogar em 13 de outubro, quando fará clássico com o Corinthians, no Pacaembu, pela 29ª rodada do Brasileirão. No dia seguinte, o Vitória visitará a Chapecoense em confronto direto na luta contra o descenso.

O JOGO

O Santos iniciou a partida desta sexta-feira sem Rodrygo, poupado por causa de dores musculares e substituído por Derlis González. Ainda assim, não demorou para abrir o placar, e com um lance de sorte. Aos oito minutos, Sánchez recebeu passe de Dodô e bateu de fora da área. A bola desviou em Lucas Ribeiro e impediu a defesa de Ronaldo, definindo o segundo gol do uruguaio pelo clube.

Em vantagem, o Santos seguiu sendo mais perigoso, apostando principalmente em jogadas de Bruno Henrique pela ponta esquerda. Além disso, se aproveitava da atuação ruim do Vitória, improdutivo por errar muitos passes. Esse cenário só se alterou a partir dos 20 minutos, quando o Santos tentou cadenciar o jogo.

Assim, cedeu campo ao Vitória, que desperdiçou boa chance aos 22 minutos, quando Erick tocou para William Farias, que fez corta-luz. para Yago, que finalizou para fora, mas muito perto da meta defendida por Vanderlei. Mas esse lance foi quase uma exceção, faltando criatividade ao Vitória, apesar de ter maior posse de bola.

Para a etapa final, o Santos voltou com Rodrygo na vaga do apagado Derlis González. E o jovem atacante assustou logo no primeiro minuto. Mas ficou nisso, porque o Santos seguiu jogando apenas para administrar a vantagem, sem ser agressivo e permitindo que o Vitória ficasse com a posse de bola, ainda que sendo pouco efetivo.

A situação se alterou em dois lances quase seguidos, aos 24 e 25 minutos. Foi a vez de Vanderlei aparecer com duas grandes defesas, após cabeceios de Lucas Fernandes e Alison, em tentativa de cortar, quase marcando contra, não fosse a intervenção do goleiro.

Mas acabou ficando nisso, ainda mais que Maurício Cordeiro foi expulso por acertar uma cotovelada em Diego Pituca. O Vitória até tentou ameaçar em jogadas aéreas, mas o sistema defensivo santista foi soberano e segurou o 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 0 X 1 SANTOS

VITÓRIA - Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Ramon e Fabiano; Willian Farias, Rodrigo Andrade (Maurício Cordeiro) e Yago (Lucas Fernandes); Erick (Wallyson), Rhayner e Léo Ceará. Técnico: Paulo César Carpegiani.

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Renato), Diego Pituca e Carlos Sánchez; Derlis González (Rodrygo), Bruno Henrique (Bryan Ruiz) e Gabriel. Técnico: Cuca.

GOL - Carlos Sánchez, aos oito minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Daniel Nobre Bins (RS).

CARTÕES AMARELOS - Ramon, Alison, Carlos Sánchez e Fabiano.

CARTÃO VERMELHO - Maurício Cordeiro.

RENDA - R$ 57.716,00

PÚBLICO - 7.478 pagantes.

LOCAL - Barradão, em Salvador (BA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.