Santos tenta acabar com jejum de vitórias no Brasileirão

Depois de seis resultados negativos no Brasileirão - duas derrotas e quatro empates -, o Santos quer acabar com o jejum neste domingo, quando visita o Goiás, a partir das 19h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Para isso, conta com a volta de seu principal astro, o atacante Neymar, que cumpriu suspensão na última rodada do campeonato.

SANCHES FILHO, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 09h09

Pode, inclusive, ser o último jogo de Neymar na temporada. A diretoria santista pensa em antecipar as férias do jovem atacante, para que ele possa descansar um pouco antes de se apresentar à seleção brasileira Sub-20, que disputa o Sul-Americano da categoria em janeiro - ainda não foi convocado, mas é nome certo na lista do técnico Ney Franco.

Para o Santos, o Brasileirão não tem mais nenhum valor. Com 52 pontos, o time está fora da briga pelo título e não corre nenhum risco de rebaixamento. E, como já tem vaga garantida na próxima edição da Libertadores, por ser o atual campeão da Copa do Brasil, irá apenas cumprir tabela nas três últimas rodadas do campeonato.

Apesar disso, o jejum de vitórias motiva o Santos no jogo deste domingo. E o técnico interino Marcelo Martelotte também cobra os jogadores nesta reta final do campeonato, para poder terminar a temporada em alta - ele entregará o cargo para o recém-contratado Adilson Batista logo depois do final do Brasileirão.

Assim, mesmo com o elenco em clima de férias, Marcelo Martelotte pediu ao grupo santista que também respeite os clubes ameaçados pelo rebaixamento e que dependem dos resultados do Santos - o Goiás pode cair para a Série B já neste domingo. "E aqui tem muitos jogadores que enfrentaram essa situação no ano passado e sabem que é um sofrimento muito grande. Por isso, vamos manter o time base até a última rodada e procurar terminar o Brasileiro da melhor maneira possível", afirmou o técnico interino.

O Santos terá, portanto, força máxima diante do Goiás. A única dúvida era a escalação do volante Arouca, que se recupera de lesão muscular na coxa esquerda, sofrida no dia 30 de outubro, mas ele deve ter condições de jogar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.