Santos tenta ampliar ainda mais a sua série invicta

O técnico Vanderlei Luxemburgo não muda Santos que derrotou o Grêmio para enfrentar o Goiás, neste domingo, às 18h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo Léo foi liberado pelo departamento médico, mas nem viajou com a delegação e Pará será mantido na posição. O volante Emerson está registrado na CBF, faz parte da delegação, mas só deve entrar no segundo tempo se o time estiver vencendo para cadenciar o jogo.

SANCHES FILHO, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 08h57

Sem perder desde a derrota frente ao Flamengo, no último dia 26, o Santos vai tentar ampliar a série invicta para seis jogos para se aproximar do grupo que se classifica para a Copa Libertadores da América. A meta estabelecida por Luxemburgo é a soma de 10 pontos em quatro jogos. O primeiro foi contra o Grêmio e agora faltam Goiás, Internacional e Fluminense.

O técnico acredita que ganhando 10 dos 12 pontos da série de quatro jogos, o Santos entrará no chamado G-4. "E, depois disso, vamos começar a pensar em título. Ainda tem muita coisa por acontecer e só daqui a seis ou sete rodadas a situação começará a se definir, entre os que vão brigar pelo título, os candidatos à classificação para a Libertadores e quem caminha para o rebaixamento", disse o treinador.

No Brasileirão do ano passado, o Santos, sob o comando de Cuca, foi goleado por 4 a 0 pelo Goiás, na Vila Belmiro, e por 4 a 1, no Serra Dourada, quando o treinador era Márcio Fernandes. No primeiro turno deste ano, o resultado foi empate por 3 a 3.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.