Santos tenta confirmar favoritismo diante do Santo André

A nova geração de Meninos da Vila começa a decidir neste domingo seu primeiro título num clima inevitável de favoritismo. Às 16 horas, quando o Santos enfrenta o esforçado Santo André, o Pacaembu estará lotado por 35 mil torcedores santistas, convictos de mais um espetáculo orquestrado por Neymar, Paulo Henrique Ganso e Robinho.

BRUNO DEIRO, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 09h33

Sensação durante todo o campeonato, o jovem time do Santos tem pela frente um adversário regular, mas sem grandes destaques individuais. Com o maior desequilíbrio aparente dos últimos anos do Paulistão, resta saber como os garotos santistas vão se portar na decisão. E se conseguirão confirmar o favoritismo diante do Santo André.

O encontro entre Santos e Santo André na final do Paulistão faz justiça ao que se viu ao longo da competição. Os santistas lideraram a primeira fase com folga, enquanto o time do ABC terminou em segundo lugar, dez pontos atrás. Foram as duas únicas equipes a fazer gol em todas as rodadas desta edição do campeonato estadual.

As semelhanças, no entanto, param por aí. O time do Santos foi protagonista absoluto e encantou até as torcidas rivais, com um futebol ofensivo e eficiente. Marcou 67 vezes em 21 jogos e produziu goleadas memoráveis - a maior vítima foi o Ituano, que apanhou de 9 a 1. Assim, o Santo André entra nesta final como coadjuvante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.