Santos tenta esquecer o Cruzeiro no Sul

A nova ordem no Santos é esquecer o líder Cruzeiro e fazer a obrigação. Isso vale para este sábado em Porto Alegre, onde o atual campeão brasileiro precisa vencer o Internacional para manter sua posição na tabela. ?Precisamos pensar em nós e se fizermos nossa parte, será suficiente", disse o técnico Emerson Leão, para quem muita coisa ainda vai acontecer no campeonato, que tem mais 14 rodadas. Para esta partida, não poderá contar com o meia Elano, suspenso, e o volante Paulo Almeida, contundido, e não sabe ainda se Diego e Alex, também machucados, terão condições dejogar. Os dois viajaram para o Sul e antes da partida passarão por novos testes. Para Leão, o Brasileiro ainda pode reservar muitas surpresas. ?Não há adversários fáceis neste campeonato e quando se pensa que vai obter um resultado facilmente, isso não acontece." Ele citou o exemplo do Coritiba, que perdeu para o Vasco. ?Com dez jogadores durante 80 minutos, o Vasco venceu o Coritiba que está numa excelente fase." Por conta disso, passou aos jogadores que o importante daqui para a frente é não perder mais pontos, esperando que o Cruzeiro tropece e a diferença atual de cinco pontos entre os dois times seja revertida. Diego - O meia treinou nesta sexta-feira e Leão tem esperança em poder escalá-lo contra o Internacional. ?Ele teve uma melhora significativa e sua lesão era de grau mínimo", explicou o treinador. Para ele, o jogador foi aprovado no exercício combola. ?Mas vamos observá-lo nessas 24 horas para definir sua escalação". Caso Diego não jogue, Jerri será seu substituto. O zagueiro Alex, com lombalgia, também é dúvida. Ele passará por novos testes neste sábado para saber se reúne condições de atuar. Leão confia na recuperação do atleta e não confirmou seu eventual substituto, que poderá ser Preto ou Pereira. Fabiano irá substituir o curinga Elano no meio-de-campo, setor que pode atuar desfigurado se Diego não jogar. Nesse caso, só um titular irá atuar, o segundo volante Renato. ?Elano é super-importante taticamente, já provou isso, é titular da equipe e foi chamado pela seleção brasileira; ele representa ordem tática." Já Fabiano, na opinião do treinador, ?substitui também com uma aplicação muito grande". Para os jogadores, só a vitória interessa no jogo contra o Internacional. ?Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, da marcação forte, mas precisamos desses três pontos e nosso pensamento está voltado para isso", disse o centroavante William, confirmado no comando do ataque santista. Robinho se esqueceu por um momento da nova ordem e comentou. ?Nosso objetivo é vencer para encostar novamente no Cruzeiro e a vitória é o resultado ideal."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.