Santos tenta renovar com Fábio Costa e Domingos

Embalado pela vitória no último jogo, atletas tentam acertar com os dirigentes; goleiro quer um contrato maior

Sanches Filho, Agencia Estado

24 de outubro de 2008 | 13h44

Fora de campo, com um pouco mais de tranqüilidade após a vitória sobre o Botafogo no Rio, a preocupação dos dirigentes do Santos é acertar a renovação dos contratos de Fábio Costa e Domingos. O goleiro pediu para que os entendimentos com os dirigentes fossem suspensos enquanto ele estivesse se recuperando da lesão muscular na coxa esquerda. Veja também:  Classificação Calendário / Resultados  Vote: quem vai ficar com o título do Brasileirão?    Ouça os gols do jogo pela Rádio Eldorado/ESPN  Bate-Pronto: Líderes fazem a lição de casaAgora, o problema é que o presidente Marcelo Teixeira está na Suíça participando de congressos da Fifa para a organização do Mundial de Clubes e o goleiro só trata com o dirigente. Consta que além da atualização salarial, Fábio Costa pede um contrato mais longo, de no mínimo três anos.As negociações com Domingos não evoluíram nos últimos dias. O Santos ofereceu um contrato de três anos ao zagueiro, com salários de R$ 80 mil no primeiro ano, R$ 90 mil no segundo e R$ 100 mil no terceiro. Ele concorda com a duração do vínculo, mas pede R$ 100 mil, 110 mil e 120 mil. Há informação que um clube de ponta do futebol brasileiro teria feito proposta para tirar Domingos da Vila Belmiro.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.