Santos tenta renovar com Léo na terça-feira

A diretoria do Santos conta com a assinatura do novo contrato do goleiro Fábio Costa para esta segunda-feira e a intenção é renovar o compromisso do lateral-esquerdo Léo até esta terça. Resolvido isso, ficará faltando apenas acertar a situação do volante Renato, a negociação mais difícil enfrentada até aqui diante da pedida muito alta apresentada pelo jogador. Nesse caso, os santistas adotam a tática da paciência: esperam que sejam esgotadas as possibilidades de o atleta se transferir para um clube europeu para depois tratar da questão dentro dos parâmetros salariais do futebol brasileiro. Está diminuindo também a possibilidade de Alex ser negociado com algum time da Europa e o zagueiro poderá permanecer na Vila Belmiro, já que tem contrato em andamento. Assim, o grupo está praticamente garantido e a única perda até o momento foi a de Fabiano, que está se transferindo para o espanhol Albacete. O lateral-direito Paulo César e o goleiro Mauro foram as duas contratações feitas até aqui pelos santistas e o meia Claiton poderá ser o próximo nome anunciado. Fica faltando resolver o principal problema do time na temporada deste ano: a falta de centroavante de ofício. Kléber, que está no futebol mexicano, e Christian, do Grêmio, interessam aos santistas. A maior dificuldade enfrentada é o teto salarial de R$ 80 mil do clube e o pedido de luvas feito pelos atletas. "Não vamos fazer loucuras", revelou o diretor de Futebol, Francisco Lopes. "O Santos tem uma política financeira que precisa ser seguida para que não haja desequilíbrio e os pagamentos continuem sendo feitos em dia". Para o dirigente, as contratações milionárias do passado, como as de Edmundo, Carlos Germano, Marcelinho Carioca e outros provocaram um trauma no clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.