Santos terá reservas na Sul-Americana

O técnico Vanderlei Luxemburgo está preocupado com os seus jogadores. Por isso, para a partida de quarta-feira, contra o Paraná Clube, pela Copa Sul-Americana, deverá escalar um time reserva. Luxemburgo não quer correr nenhum risco de perder algum atleta titular para a seqüência do Campeonato Brasileiro - domingo, enfrenta o Cruzeiro, em Belo Horizonte. "Meu pensamento, e a diretoria sabe disso, é priorizar o Brasileiro, sem menosprezar a Copa Sul-Americana. Mas eu não decido nada sozinho. Fazemos isso em reunião. A questão é que podemos perder algum jogador importante. Não quero cansar os meus jogadores. O que interessa é que não será titulares ou reservas em campo, mas sim o time do Santos. Se eu tenho os jogadores cansados, eu preciso preservá-los e direcioná-los para o Brasileiro." Hoje, Vanderlei Luxemburgo disse que aproveitou o forte calor de Mogi-Mirim (32ºC) para vencer a partida. "No primeiro tempo, nós usamos muito a velocidade. Cansamos o time do Figueirense e criamos muitas jogadas na segunda etapa. Eles nos deram muito espaço." Contra a equipe catarinense, o Santos alcançou a expressiva marcar de 60 gols no Campeonato Brasileiro, o melhor ataque da competição. "Mas de nada adianta a gente fazer 60 gols e não levar o título." A estada em Mogi-Mirim agradou a todos os jogadores do Santos. O apoio dos quase 14 mil torcedores hoje foi muito importante, segundo os atletas, para que o time obtivesse os três pontos. "Apesar de jogarmos em Mogi, sabíamos que estávamos em casa. A torcida nos incentivou bastante. E o importante foi que voltamos a vencer e marcamos e novo. Temos feito em quase todos os jogos", observa o atacante Deivid. "Ficou muito feliz em jogar no interior. Sempre que eu venho a minha família me prestigia e eu consigo marcar", complementa o meia Elano. Para o jogo contra o Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo, que enfrentará pela primeira vez o seu ex-time, não terá o zagueiro André Luís nem o volante Fabinho, que hoje receberam o terceiro cartão amarelo. Ávalos ou Domingos, na defesa, e Ricardo Bóvio, no meio-de-campo, deverão ser os substitutos. "Um grupo não se faz apenas com 11 jogadores. Não temos que ficar preocupados com isso. Nós somos um elenco. E é um elenco que ganha campeonato, não apenas um time", comenta Vanderlei Luxemburgo. Amanhã, os jogadores estão de folga, e retornam aos treinamentos tercá-feira pela manhã, em Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.