Santos tranqüilo, mas cheio de erros

O Santos está tranqüilo: conseguiu antecipadamente a classificação para a próxima fase da Copa Libertadores da América e vai disputar as próximas partidas com o objetivo de fazer os ajustes para que o time volte a exibir o mesmo futebol que o levou a conquistar o Campeonato Brasileiro do ano passado. ?Ainda estamos numa ascensão na preparação física, com alguns acertos táticos para fazer e nada melhor do que os jogos para corrigir os erros", disse o técnico Emerson Leão. E a primeira dessas partidas será o amistoso de nesta sexta-feira, às 20h30, contra o Uberaba, na cidade com o mesmo nome. Leão vai levar 21 jogadores, começará com o time titular e depois dará oportunidade àqueles que não estão jogando. ?Vou modificar muito a equipe", explicou Leão. ?O Campeonato Brasileiro é muito longo e vamos precisar de todos os nossos jogadores." Mesmo aproveitando os próximos jogos para testar os reservas e mesmo com o time já classificado para a próxima fase do Brasileiro, Leão não quer que ?a tranqüilidade se transforme em relaxamento". Por isso, a ordem continua a mesma: vencer sempre. ?O futebol é feito de vitórias e não podemos nos descuidar, pois se não somarmos pontos nos dois jogos que temos pela frente, vão falar que nós relaxamos e isso não existe aqui." Leão está satisfeito com o desempenho na Libertadores, com as três vitórias e um empate nas quatro partidas disputadas, com 11 gols marcados e apenas dois sofridos. ?O time está classificado dois jogos antes do final do turno e o mais importante é que estamos voltando a exercitar uma maneira de acostumar com a vitória." Sem gols - Os jogadores admitiram que o time não esteve bem no jogo contra o América de Cali, apesar da vitória por 3 a 0. ?A equipe não atuou de forma compacta e, por isso, não esteve bem", disse o lateral-esquerdo Léo. Para ele, ?se a maioria dos jogadores não estava em uma noite inspirada, Fábio Costa estava e salvou o time." O zagueiro Alex admite que o Santos deu muito espaço para o América, mas ressalta. ?Apesar disso, conseguimos não tomar gols e saímos com essa vitória importante que nos levou, antecipadamente, para a outra fase da Libertadores."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.