Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Santos treinará no CT do Corinthians antes de clássico com o Palmeiras

Time da Baixada jogará no sábado contra o alviverde e retornará a São Paulo, onde enfrenta o rival no Pacaembu

Redação, Estadão Conteúdo

16 de maio de 2019 | 19h02

O Santos vai utilizar a estrutura de um rival para encerrar a preparação para o clássico com o Palmeiras, sábado, no Pacaembu, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, a partir das 11 horas, o elenco dirigido por Jorge Sampaoli vai trabalhar no CT Joaquim Grava, do Corinthians.

A atividade no CT de um clube rival se dá por questões logísticas. Isso porque o clássico contra o time alviverde será disputado em São Paulo. E a comissão técnica optou por evitar a realização de duas viagens de Santos para a capital paulista, para onde a delegação retornou apenas nesta quinta-feira.

Um dia antes, a equipe da Baixada Santista entrou em campo em Belo Horizonte pelas oitavas de final da Copa do Brasil e empatou por 0 a 0 com o Atlético Mineiro, no Independência, deixando o confronto aberto para o duelo de volta, que está agendado para 6 de junho, no Pacaembu.

Ainda nesta quinta-feira, antes de voltar para São Paulo, os titulares santistas no duelo de quarta fizeram um trabalho regenerativo no CT do Cruzeiro. Enquanto isso, os suplentes treinaram no campo na Toca da Raposa, com atividades de dois toques e de recuperação da bola.

Como tem sido costumeiro desde a sua chegada ao Santos, Sampaoli deve alterar mais uma vez a escalação do Santos, sendo que uma troca é certa: o retorno de Vanderlei, que teve sua vaga ocupada por Everson, o goleiro titular do time nas copas, diante do Atlético-MG.

O treinador também tem optado pela escalação de um esquema tático com três zagueiros nos compromissos mais recentes. O time ainda tem Victor Ferraz e Diego Pituca como titulares absolutos, sendo que Jorge também vem sendo o dono da lateral esquerda. E Rodrygo, perto da sua despedida da Vila Belmiro, também não deve ganhar descanso de Sampaoli contra o Palmeiras. Mas o restante da escalação é uma incógnita em função do rodízio adotado pelo treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.