Santos usa cautela para anunciar Luxemburgo

As negociações com o técnico Vanderlei Luxemburgo evoluíram durante o dia desta sexta-feira, mas os dirigentes santistas ainda não confirmaram a vinda do treinador. O motivo, segundo o presidente Marcelo Teixeira, é a cautela para analisar as cláusulas contratuais. ?Não pode haver precipitação e as cláusulas contratuais têm de ser observadas com muito cuidado", justificou.Ao deixar o CT Rei Pelé, o cartola revelou que não havia a possibilidade de anunciar o treinador ainda na noite desta sexta-feira. Pelas declarações do presidente, há ainda pendências para serem resolvidas. "Não podemos correr o risco de perder o técnico por uma ou outra razão", disse. ?Pretendemos contratar um profissional que possa dar seqüência ao trabalho que está sendo realizado no clube e que fique na Vila Belmiro até o término de seu mandato, no final de 2005. Informações dão conta de que uma das exigências do técnico seria a possibilidade de sair antes do término do contrato sem pagar multa.A questão dos valores também preocupava Teixeira. "Tudo está sendo analisado com muito critério".Comissão - Também as exigências do treinador em relação à comissão técnica assustam alguns dirigentes, pois a mudança deve ser radical, caso ele assuma Teixeira não falou em nome e, ao ser perguntando sobre o que achava de Vanderlei Luxemburgo, respondeu: "é um grande treinador, um nome de ponta e teve uma boa passagem pelo clube, em que conquistou título". (venceu o Rio-São Paulo em 97).Marcelo Teixeira esteve no CT Rei Pelé no final da tarde desta sexta-feira e manteve longa reunião com o grupo de jogadores, oportunidade em que apresentou o técnico interino Márcio Fernandes ao elenco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.