Santos usa time misto para buscar vaga contra o CSA

O atacante Kléber Pereira participou normalmente do rachão desta quarta-feira à tarde, no CT Rei Pelé, e até ensaiou cobranças de pênalti, com bom aproveitamento, mas deverá ser opção no banco de reservas contra o CSA, às 21h50 desta quinta-feira, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. Outro que deverá ser preservado é Pará. Como empatou por 0 a 0 no jogo de ida, em Maceió, o Santos precisa da vitória para se classificar para as oitavas-de-final. Novo empate sem gols fará a vaga ser decidida nos pênaltis, e empate com gols classifica o time alagoano.

SANCHES FILHO, Agencia Estado

22 de abril de 2009 | 07h54

"Na sinceridade: ainda não decidi quem vai jogar. Existe a chance de aproveitamento de 80% dos titulares, mas alguns jogadores serão poupados", explicou o técnico Vágner Mancini. Ele adiantou que a tendência é tirar da partida jogadores que não tenham reservas, como Germano e Pará, já que Rodrigo Souto recupera-se de contusão e fica mais um mês parado, e Roberto Brum, com o terceiro amarelo desfalca o time no domingo, contra o Corinthians, na primeira partida da final do Paulistão.

Quem tem problema físico também pode ficar de fora, como o camisa 9. "Kléber pode sim ser um dos poupados porque ainda sente dores numa das partes do pé esquerdo", afirmou o treinador. Embora tenha pedido ao grupo para "desligar a chave do Campeonato Paulista e ligar a da Copa do Brasil", Mancini não consegue deixar de pensar no Corinthians. Ele inclusive vai usar o jogo desta quarta para dar ritmo a alguns jogadores que poderão ficar no banco no primeiro confronto da decisão do Estadual no domingo.

São os casos de Astorga, que foi bem na primeira partida diante do CSA, na capital alagoana, e na primeira da semifinal do Estadual, contra o Palmeiras. Como Adailton recupera-se de cirurgia e Domingos estará fora diante do Corinthians, ele vai precisar de um zagueiro para a reserva de Fabão e Fabiano Eller e sua única opção é Astorga. O mesmo acontece no meio-de-campo, com Adriano. Ele deve entrar nesta quarta e para ficar na reserva de Germano e Pará no domingo.

Maikon Leite se concentrou com os companheiros para o segundo jogo contra o Palmeiras e poderia entrar, mas Mancini não parece disposto a escalá-lo. "Sua evolução está sendo boa, mas esperava que estivesse mais pronto. É preciso ir com cuidado com ele. Mesmo assim ele pode aparecer no banco", admitiu o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilSantosCSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.