Santos vence Atlético-PR na estreia de Luxemburgo

O técnico Vanderlei Luxemburgo estreou com vitória no comando do Santos nesta quarta-feira. Jogando em casa, o time santista bateu o Atlético Paranaense por 1 a 0, com gol de Neymar, em partida válida pela 13ª rodada do Brasileirão.

RAFAEL VERGUEIRO, Agencia Estado

22 de julho de 2009 | 23h15

Com o resultado, o Santos voltou a vencer após dois empates e uma derrota e respira mais aliviado na tabela de classificação do torneio. Agora está na provisória nona colocação, com 17 pontos. Já a equipe de Curitiba entrou na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 12.

O confronto desta quarta foi muito fraco tecnicamente e a torcida presente no estádio chegou a mostrar irritação em alguns momentos. Aos berros do banco de reservas, Luxemburgo tentava corrigir os erros cometidos pelos jogadores, mas a noite não parecia boa para os mandantes, com seguidos passes errados no ataque.

Mas, quando a situação já se tornava preocupante, veio o gol salvador, aos 28 minutos da etapa final. Neymar, que havia entrado no intervalo no lugar de Robson, mostrou habilidade dentro da grande área para dar um belo corte no zagueiro adversário e chuta cruzado, com perfeição, na saída do goleiro Vinícius.

O gol deu mais tranquilidade aos santistas e o time do Atlético-PR, com mais limitações técnicas, não teve forças sequer para ameaçar o gol adversário. Dessa forma, o Santos só precisou esperar o apito final do árbitro para comemorar o importante triunfo.

O Santos volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 16 horas, quando recebe o Flamengo. O Atlético-PR atua um dia antes em casa, às 18h30, contra o Avaí.

Ficha Técnica:

Santos 1 x 0 Atlético-PR

Santos - Felipe; Luizinho (Pará), Domingos, Fabão e Léo; Roberto Brum (Paulo Henrique), Germano, Rodrigo Souto, Róbson (Neymar) e Madson; Roni. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Atlético-PR - Vinícius; Nei (Manuel), Rafael Santos, Rhodolfo e Márcio Azevedo; Valencia, Rafael Miranda, Paulo Baier e Marcinho; Wallyson (Patrick) e Rafael Moura. Técnico: Waldemar Lemos.

Gol - Neymar, aos 27 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Neymar (Santos); Rhodolfo, Nei, Manuel e Márcio Azevedo (Atlético-PR).

Árbitro - Wagner Tardelli Azevedo (SC).

Renda - R$ 109.325,00.

Público - 7.375 pagantes.

Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.