Santos vence Botafogo e conquista segunda vitória fora

Em dia marcado pelos retornos do goleiro Fábio Costa e do zagueiro Adaílton, o Santos venceu o Botafogo por 1 a 0, no Engenhão, neste sábado, conquistando assim apenas a sua segunda vitória fora de casa no Brasileirão. Antes, o time havia vencido o Internacional por 1 a 0, no dia 30 de julho.Com o triunfo, o Santos chegou aos 36 pontos, na 13.ª posição, ficando cada vez mais distante da zona de rebaixamento, que o atormentou por boa parte do Brasileirão. Agora, o foco é a Copa Sul-Americana. "Desde que assumi o comando do clube, disse aos jogadores que o pensamento não seria escapar do rebaixamento, e sim buscar uma vaga na competição internacional", disse o técnico Márcio Fernandes.Já o Botafogo, com 46 pontos, vê suas chances de lutar por uma vaga na Taça Libertadores diminuírem com o revés em casa, até certo ponto inesperado. O clube carioca permanece na sexta posição, mas pode cair na tabela com os resultados de domingo.O RETORNO - Fora da equipe por três meses, devido a uma lesão muscular, o goleiro Fábio Costa voltou em grande estilo, fazendo três importantes defesas no primeiro tempo, sendo uma delas em uma cabeçada forte de Wellington Paulista, exigindo reflexo e flexibilidade.Outro que retornou ao time foi o zagueiro Adaílton, após oito meses. Sua volta ao time titular, no entanto, não foi tão boa e a zaga santista sofreu com os rápidos toques do meio-campo botafoguense até a saída precoce de Lúcio Flávio, machucado.Sem contar com os toques de Lúcio Flávio para a descida dos laterais, o Botafogo diminuiu o ritmo e foi presa fácil para a marcação do Santos, que criou boas chances para abrir o placar ainda na primeira etapa, mas Lima, quando acertava a conclusão, tinha seu gol impedido pelo goleiro Renan.RETRAIR PARA VENCER - O ritmo frenético da primeira etapa deu lugar à cautela das equipes. Mesmo jogando em casa, o Botafogo era lento no meio-campo, em parte à falta de rapidez de Carlos Alberto, único responsável pela armação da equipe carioca.Ciente de que o adversário precisaria atacar, o Santos recuou e acertou sua marcação, dando mais liberdade para Molina puxar os contra-ataques, que novamente foram desperdiçados em demasia por Lima, que jogava no lugar do suspenso Kléber Pereira.E, quando o empate parecia o resultado a ser decretado na partida, o meia colombiano Molina "ressurgiu das cinzas". Muito criticado pelas últimas atuações, o jogador cobrou falta com perfeição pelo lado direito, encobrindo o goleiro Renan e marcando o gol da vitória, aos 26 minutos do segundo tempo. "Eu estou muito feliz, porque passei por momentos difíceis, principalmente no último mês, pois não estava jogando tão bem quanto deveria. Agora estou melhor fisicamente e sei que jogarei muito melhor", disse o jogador do Santos.Ficha Técnica:Botafogo 0 x 1 SantosBotafogo - Renan, Thiaguinho, Renato Silva, André Luís e Triguinho; Diguinho, Túlio, Lúcio Flávio (Zárate) e Carlos Alberto (Marcelinho); Jorge Henrique e Wellington Paulista (Lucas Silva). Técnico: Ney Franco.Santos - Fábio Costa; Wendel, Domingos, Adaílton (Fabão) e Kléber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida (Pará) e Molina; Cuevas (Robson) e Lima. Técnico: Marcio Fernandes.Gol - Molina, aos 26 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos - Renato Silva e André Luís (Botafogo); Domingos, Roberto Brum e Wendel (Santos).Árbitro - Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS).Renda - R$ 193.852,00.Público - 20.634 espectadores.Local - Estádio Engenhão, Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.