Santos vence, mas Leão pode deixar a Vila

O técnico Emerson Leão pode ter feito na noite desta quarta-feira - na goleada por 5 a 0 diante do Jorge Wiltermann, pela Copa Libertadores da América - sua última partida no comando do time do Santos. O presidente do clube, Marcelo Teixeira não gostou nem um pouco da forma como o treinador reagiu às dispensas do goleiro Doni e do atacante Robson.Na entrevista coletiva após a partida, Leão disse que havia sentido muito a saída dos jogadores (indicados por ele próprio), mas afirmou que, como empregado do clube teria de acatar a decisão. Leão ressaltou, porém, que, justamente por ser empregado, também poderia sair. Irritado, o presidente não quis comentar as declarações do treinador, mas deixou no ar a impressão de que o casamento entre Leão e o Santos está muito perto do fim. Dizem na Vila Belmiro, que a diretoria prepara a volta de Vanderlei Luxemburgo. Leão poderia estar se transferindo para o Cruzeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.