Santos vence Matonense por 5 a 4

O Santos derrotou a Matonense por 5 a 4, neste sábado à tarde, mas quase foi surpreendido do pelo adversário no Campeonato Paulista. Depois de estar vencendo por 4 a 0, já no início do segundo tempo, a equipe de Geninho permitiu que a Matonense empatasse e somente nos minutos finais Renato garantiu a vitória. O feito, que levou o time à 4ª colocação com 20 pontos, ganhou ainda mais importância diante do calendário. Os três últimos jogos da equipe nessa primeira fase da competição serão fora de casa, contra Inter de Limeira, São Caetano e Mogi Mirim, respectivamente.Mas a maior preocupação de Geninho ao longo desta semana não devem ser os adversários que tem pela frente. Apesar dos três pontos, o treinador santista, que tem como uma de suas características mais marcantes o fato de sempre encontrar falhas, deve estudar uma fórmula para melhorar a concentração de seus jogadores, principalmente os atacantes. O Santos poderia ter deixado o campo com uma goleada histórica, digna dos bons tempos de Pelé, não fossem as inúmeras chances desperdiçadas, sobretudo na primeira etapa.Deivid destacou-se no primeiro tempo. Apesar de ter perdido boas chances, aproveitou-se da fragilidade da defesa adversária para fazer dois gols. O primeiro aos 20 minutos da etapa inicial, após cobrança de pênalti defendida por Washington. O santista pegou o rebote, driblou o goleiro e concluiu. O segundo foi aos 37, num arremate forte de fora da área. Ainda no primeiro tempo, Robert, aos 42, fez o terceiro, chutando cruzado depois de boa jogada pelo lado direito.Mas, por incrível que pareça, as maiores emoções estavam reservadas para o segundo tempo. Logo aos 7, Caio, em jogada individual, fez o quarto santista. Quando o placar parecia definido, Paloma, aos 11, iniciou a reação dos donos da casa. Após cruzamento da esquerda, ele bateu de primeira. Aos 13, Marcelinho emendou, da intermediária, um forte chute no alto do canto direito de Fábio Costa. Dois minutos depois, Careca, de bico, acertou o ângulo direito e, aos 20, novamente Careca bem posicionado na área, empatou após cobrança de escanteio pelo lado direito.Quando o Santos parecia rendido, Dodô fez boa jogada pelo lado esquerdo e avançou para dentro da área adversária. Ele chutou forte. o goleiro Washington espalmou, mas a bola foi para nos pés de Renato, que só teve o trabalho de empurrar para as redes, fechando o marcador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.